Empresário de Neymar confirma que PSG vai pagar os direitos de R$ 38 milhões do Santos

Vagner Ribeiro quis mostrar um ato de boa vontade, mas o PSG é obrigado a pagar os 5% pela formação: R$ 38 milhões

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 5 (AFI) – O empresário de Neymar Jr, Vagner Ribeiro, confirmou nesta tarde ao microfone da Rádio Bandeirantes de São Paulo, que o Paris Saint Germain vai pagar a ‘Cláusula de Solidariedade’ ao Santos por ser o clube formador. Segundo Ribeiro, o pedido para o pagamento partiu de Neymar e seu pai, que não queriam nenhuma discussão sobre o assunto.

“Ontem (sexta-feira) o Neymar pediu isso à direção do Paris o pagamento ao Santos e não houve nenhum tipo de problema. Apesar que como houve rescisão de contrato, o clube não seria obrigado a efetuar este pagamento” – explicou Ribeiro.

Vagner Ribeiro diz que Neymar pediu, mas é lei pagar o Santos
Vagner Ribeiro diz que Neymar pediu, mas é lei pagar o Santos

Não é bem assim, afinal, o Barcelona não fez nenhum tipo de acordo com o PSG e apenas aceitou o depósito feito pra liberar o seu ex-atleta.

O PSG é obrigado a pagar os 5% em cima do atleta a partir dos 12 anos. Neymar teria chegado ao Santos aos 11 anos.

O empresário confirmou o pagamento de R$ 38 milhões de reais que corresponde aos 11 milhões de euros solicitados pelo Santos. Isso dentro de um prazo de 30 dias após o registro do contrato e do atleta. Se não for feito, o Santos tem o prazo de dois anos para recorrer junto à Fifa. No caso, não haverá discussão.

BRONCA COM O BARÇA
De maneira arrogante, Ribeiro ainda tentou culpar o Barcelona pela não estreia de Neymar no Campeonato Francês neste sábado – o time venceu o Amiens, vindo da Segunda Divisão, por 2 a 0 com gols de Cavani e Pastore.

“O Neymar estava concentrado e muito motivado para já jogar. Mas o Barcelona fez isso como uma maneira de atrapalhar a festa” – disse Ribeiro.

Segundo ele, o Barcelona se recusou a dar como recebido o cheque do banco do Catar, com sede em Paris, no valor de 220 milhões de euros – R$ 812 milhões em reais. Na verdade, o cheque precisaria ser compensado e o Barcelona não aceitou o cheque como quitação.

COMPENSAÇÃO NA TERÇA
O cheque foi entregue à direção do Barcelona na quinta-feira e só deve ser compensado na terça-feira na Espanha. Só depois é que clube espanhol vai liberar a documento à Fifa para a inscrição de Neymar na Federação Francesa.

“Onde já se viu não aceitar um cheque visado do Banco do Catar...” desdenhou Vagner Ribeiro. Será que ele não esperaria dois dias também?

Por fim, Vagner Ribeiro confirmou que Neymar, no fim de carreira, poderia mesmo terminar no Santos, onde inclusive mora. Mas especulou-se o desejo dele em atuar pelo Flamengo.

"Tudo ainda está muito longe. Mas o Neymar, com certeza, gostaria de vestir um dia a camisa do Santos" - finalizou.