Goleiro do Santos comemora vitória e explica pênalti defendido

Após o triunfo fora de casa, jogador não escondeu a empolgação pela boa atuação e os três pontos conquistados

por Agência Estado

Santos, SP, 02 (AFI) - Em um time repleto de reservas, o goleiro Rafael era um dos dois titulares do Santos em campo neste domingo - o outro era o lateral-esquerdo Léo -, na vitória por 2 a 1 sobre o Prudente, fora de casa. E o arqueiro foi justamente o personagem do jogo, ao defender uma cobrança de pênalti e ver o time rival perder outra, ambas no final do jogo.

Após o triunfo fora de casa, válido pela 12.ª rodada do Brasileirão, Rafael não escondeu a empolgação pela boa atuação e os três pontos conquistados. "Nunca vivi isso na minha carreira, mas acabamos recompensados pelo nosso trabalho", disse o goleiro, que atribuiu a defesa do pênalti ao esforço nos treinamentos.

"É muito treino e observação dos batedores. Eu tento sempre sair na batida da bola", afirmou Rafael, que defendeu a cobrança de Paulo César se movimentando bastante em cima da linha do gol. "Com certeza vale (a movimentação). A responsabilidade é toda do batedor, então eu tento tirar a concentração dele do jeito que dá."

Além de Paulo César, Robson também desperdiçou outra penalidade chutando no travessão. Mesmo com o erro do adversário, Danilo acredita que a vitória foi justa. "Depois de abrir 2 a 0 seria injusto sofrer o empate. Deu tudo certo", disse o volante, autor do primeiro gol santista. "Foi um jogo incrível. Ainda bem que ganhamos", completou Madson.

Agora, o Santos já concentra todas as suas atenções para o jogo de volta da final da Copa do Brasil. Além de Rafael e Léo, o técnico Dorival Júnior terá todos os seus titulares à disposição para a partida de quarta-feira, contra o Vitória, em Salvador. Pela ida, na Vila Belmiro, o time santista venceu por 2 a 0.