Opinião Sílvio Gumiero: Tá gostoso ver o Santos jogar

por Agência Futebol Interior

Que delícia! Repito, que delícia!! É... tá muito gostoso ver o Santos jogar. Fazendo uma movimentação rápida que surpreende o adversário, o Santos agride o tempo todo com um futebol agudo, isto é, em direção ao gol. A garotada tá jogando um futebol moleque e chegando com velocidade e facilidade no ataque. Faz alguns anos que eu não via tanta ousadia. Talvez desde quando o próprio Santos conquistou o seu último Campeonato Brasileiro. Aquele time de Renato, Elano, Diego e Robinho se classificou entre os oito, chegou à final contra o Corinthians naquele jogo das pedaladas do Robinho em cima do lateral Rogério, que gerou o pênalti e na seqüência o gol.



Leia ainda:
Robinho fica de fora e Santos deve ter reforços contra Ramalhão

É uma boa lembrança e agora vejo o Wesley, Paulo Henrique, André e Neymar anarquizando os times que enfrentam. O mérito também cabe ao treinador Dorival Júnior. Ele é um profissional que cumpriu os fundamentos que fazem bem a um treinador. Foi auxiliar do Luiz Carlos Ferreira e Muricy Ramalho, além de ter trabalhado como gerente de futebol. Com o conhecimento desse departamento fica melhor compreender a ligação entre a diretoria e a comissão técnica. Hoje, Dorival pode ser considerado um treinador de excelente nível e penso que ainda vai evoluir, podendo se tornar um treinador de ponta.



É ele que tá soltando esses garotos e dando confiança necessária a eles, para que arrisquem jogadas individuais sem medo de errar. O que Neymar tá jogando é um espanto! É difícil, quase impossível segurar o menino. Assisti aos 3 últimos jogos do Santos e se continuar jogando esse futebol de qualidade vai chegar entre os 4 finalistas e com grande chance de conquistar o título desse Paulistão. Bem, com a chegada do Robinho parece que essa trajetória fica menos difícil.