Técnico elogia Santo André, diminui favoritismo do Palmeiras e teme campo sintético

Palmeiras e Santo André se enfrentarão na quarta-feira, às 21h30, em São Paulo

por Agência Futebol Interior

Santo André, SP, 27 (AFI) - O Santo André foi o melhor clube durante quase toda a edição 2020 do Campeonato Paulista. O Ramalhão, no entanto, fechou a primeira fase na vice-liderança do Grupo B e, agora, terá que jogar contra o Palmeiras no Allianz Parque, em São Paulo, pelas quartas de final.

A vaga será definida em partida única e, mesmo atuando na casa do rival, o técnico Paulo Roberto Santos não vê o Verdão com tanto favoritismo assim para o duelo desta quarta-feira, às 21h30. Se o Alviverde se classificou com 22 pontos em 12 rodadas, o Santo André anotou 20.

"Todo e qualquer jogo contra uma equipe considerada grande é sempre difícil, principalmente em uma fase decisiva. Isso torna mais difícil ainda, mas nada desacredita a gente. A questão da pandemia, estádios vazios, tira um pouco o favoritismo das equipes consideradas maiores", analisou o treinador ao Portal Futebol Interior.

Favorito, mas nem tanto. (Foto: Divulgação)
Favorito, mas nem tanto. (Foto: Divulgação)
GRAMA SINTÉTICA!

Apenas um ponto deixa Paulo Roberto Santos preocupado. A Arena do Palmeiras tem campo sintético e o Santo André não está acostumado com tal piso.

"Campo sintético fará a gente estranhar e muito. Não tivemos nenhum tipo de treinamento, de reconhecimento do piso que vamos enfrentar no jogo contra o Palmeiras. Essa dificuldade terá que ser superada e administrada dentro da própria partida", pontuou.

AVALIAÇÃO POSITIVA!
O Santo André terminou a primeira fase com seis vitórias, dois empates e quatro derrotas. Aproveitamento de 55,6%. O Ramalhão teve a quarta melhor campanha no geral, atrás apenas de Red Bull Bragantino (23), Palmeiras (22) e São Paulo (21).

Avaliação positiva na primeira fase. (Foto: Divulgação)
Avaliação positiva na primeira fase. (Foto: Divulgação)
"O Santo André na primeira fase foi uma equipe que surpreendeu muitos. A campanha da primeira fase foi muito boa. Estivemos até a penúltima rodada na liderança geral", disse o treinador.

"O Santo André foi montado com o objetivo de se manter no Paulistão e o time conseguiu ir além da expectativa, conquistando a classificação. Fato que não acontecia há muito tempo. E conquistou uma vaga na Série D, tendo calendário a nível nacional, sonho da nossa diretoria. A primeira fase tem que ser considerada uma participação muito boa", finalizou Paulo Roberto Santos ao Portal FI.