Paulistão: Sem atacante Ronaldo, Santo André avisa que terá de recontratar 22 atletas

"A decisão de manter o Estadual é positiva e agora vamos ter de quebrar a cabeça", disse o presidente do Ramalhão, Sidney Riquetto

por Agência Estado

Santo André, SP, 15 - Dono da melhor campanha do Campeonato Paulista, o Santo André comemorou a decisão desta quarta-feira da Federação Paulista de Futebol (FPF) de manter a disputa do Estadual e retomá-lo após a crise do novo coronavírus.

O presidente do clube, Sidney Riquetto, disse ao Estado que a continuidade do torneio foi uma decisão unânime dos 16 clubes participantes e promete que terá trabalho para remontar o elenco do time do ABC.

Dos 26 inscritos no Campeonato Paulista, o Santo André tem 22 jogadores com contratos que terminaram há poucos dias. A paralisação do Estadual causada pela pandemia deixou esses atletas sem vínculo empregatício.

Mas haverá uma solução. A FPF prometeu aos clubes que vai permitir a entrega de uma nova relação dos inscritos, algo que não estava previsto inicialmente no regulamento.

"A decisão de manter o Estadual é positiva e agora vamos ter de quebrar a cabeça e abrir o bolso para conseguir remontar o elenco", afirmou Riquetto.

O Santo André fez contratos com os jogadores somente até o mês de abril porque o clube não tem mais competições para disputar depois do fim do Estadual. A mesma situação se aplica para Água Santa e Inter de Limeira.

Para amenizar esse problema, a FPF prometeu que irá conversar com o Grupo Globo para retomar o recebimento de cotas de televisão e repassar às equipes os valores referentes a este contrato.

"Agora vamos ter de remontar o elenco. Nossa ideia é conversar com os jogadores cujos contratos terminaram agora e utilizar jogadores que tenham ficado de fora da primeira relação de inscritos. Não acredito que vamos ter problemas em buscar os mesmos atletas, até porque não há a concorrência com outras competições em andamento", explicou o presidente.

Segundo ele, somente o atacante Ronaldo não voltará. O artilheiro do time no Estadual já assinou acordo com o Sport. Para Riquetto, a garantia de que o Paulista será retomado traz tranquilidade ao Santo André pela motivação de continuar na disputa pelo título e até de confirmar outros benefícios.

Foto: Divulgação - Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
"Para nós é importante ter o Estadual até por causa do ano de 2021. Estar no Paulista faz o Santo André continuar na disputa para ter vaga na Série D e até na Copa do Brasil futuramente", disse.

O retorno do Paulista não tem data prevista. Por outro lado, o presidente do Santo André contou que a volta da competição estará cercada de cuidados médicos.

"O campeonato não continua com público. Não tem condição. Vai ter uma atenção especial para todos os atletas, com testes sobre o coronavírus e cuidado com a arbitragem. Toda essa situação será colocada em primeiro lugar", revelou.