Paulista A2: Garré destaca coletividade do Santo André no ataque

Oito jogadores diferentes balançaram a a rede pelo time do ABC no estadual

por Agência Futebol Interior

Santo André, SP, 10 (AFI) - Santo André e Água Santa abrem as semifinais do Campeonato Paulista da Série A2 neste sábado. Com os dois principais artilheiros do torneio, o time de Diadema tem alto poder de fogo, enquanto a equipe do Grande ABC tem por característica uma maior variação de goleadores. Autor de dois gols no estadual, o meia Guilherme Garré destacou que no Ramalhão todos do elenco têm importância.

"Nossa equipe é bem qualificada e cada jogador tem a responsabilidade de ser “o cara” do time. Então vemos com normalidade ter tantos atletas marcando gols ou se destacando de outras formas. O mais importante aqui dentro é ver o time ganhando, então todos que jogam sempre dão o seu melhor", disse o camisa 7, se referindo aos oito atletas diferentes que balançaram as redes na Série A2. São eles: Carlos Alberto e Ícaro (3), Cristian e Garré (2) e Anselmo, Heliton, Rhuan e Victor Sapo, com um gol cada.

Na primeira fase, o Água Santa venceu por 1 a 0 no Distrital do Inamar. Apesar da derrota, o Santo André vê aquela apresentação como positiva pelo que o time apresentou dentro dos 90 minutos.

Foto: Ale Vianna / Nacional AC
Foto: Ale Vianna / Nacional AC

"Aquele jogo foi um dos melhores que fizemos até aquele momento. Aprendemos bastante com aquele resultado e conseguimos corrigir alguns aspectos que têm feito a diferença nesses últimos jogos Vamos ver o que o técnico Fernando falará durante a semana e acertar alguns pontos. Temos qualidade para buscar o acesso, mas será um confronto difícil diante de uma equipe muito boa", analisou o meia.

MAIS UM ACESSO?
Aos 26 anos, Guilherme Garré tem experiência de acessos. Em 2016, pelo próprio Santo André, o camisa 7 ajudou a equipe a retornar à elite do futebol paulista. No mesmo ano, teve participação na conquista da vaga da Série C do Campeonato Brasileiro com o São Bento.

"Sei como é um momento decisivo. Por já ter passado por isso acaba me ajudando a ficar tranquilo, mas não podemos baixar a guarda. Será um clássico regional e o principal é que estamos confiantes. Eles também vivem um bom momento, mas precisamos tirar o nosso melhor para buscar essa vaga na elite", completou Garré.

Santo André e Água Santa fazem o primeiro duelo da semifinal neste sábado, às 15h, no estádio Bruno José Daniel. A partida de volta será no domingo (21), às 11h, em Diadema.