Paulista A3: Ex-goleiro de Ponte e Guarani assume cargo técnico da Santacruzense

A decisão foi anunciada após a saída de Gléguer

por Agência Futebol Interior

Santa Cruz do Rio Pardo, SP, 20 (AFI) – Após a derrota por 2 a 0 para a Inter de Limeira, em casa, nesta quarta-feira, o técnico Gléguer deixou o comando da Santacruzense e Hiran, ex-goleiro de Ponte Preta e Guarani, vai assumir o cargo.

Gléguer, ex-goleiro de Corinthians, comunicou a demissão após a derrota e também após a confusão ocorrida entre o presidente, Gaber Rchid Arraji, e o vice-presidente do clube, Nelson Antônio Barbosa, que trocaram socos depois da partida contra a Inter de Limeira.

Com a saída de Gléguer, o elenco da Santacruzense pediu para que o goleiro Hiran assumisse o comando da equipe. O ex-goleiro de Ponte e Guarani jogou apenas duas partidas pelo Tricolor nessa Série A3, quando se machucou e acabou ficando no banco de reservas. Querido pelos companheiros, Hiran assume a Santacruzense em situação difícil na tabela. A equipe tem 12 pontos conquistados e ocupa a 18ª posição, ocupando a zona do rebaixamento.

Hiran começou a se destacar quando, em 1997, marcou um gol contra o Palmeiras, de cabeça, no Brinco de Ouro, em Campinas. O Guarani perdia por 3 a 2, e o arqueiro marcou o gol de empate. Alguns anos depois, jogando pelo Santo André, o goleiro artilheiro voltou a marcar, também de cabeça, contra o Juventus. Porém, ele se exaltou na comemoração e, na saída de bola do Moleque Travesso, Adil acertou um belo chute do meio de campo, surpreendendo o goleiro e marcando um belo gol.

 
 
" />