Pernambucano: Gallo pede demissão 12 dias após assumir o comando do Santa Cruz

Treinador deixa o Santinha sem uma única vitória: um empate e duas derrotas

por Agência Futebol Interior

Recife, PE, 26 (AFI) - O técnico Alexandre Gallo pediu demissão do Santa Cruz nesta segunda-feira, 12 dias após ser anunciado. O treinador deixa o Santinha sem uma única vitória: um empate e duas derrotas.

"Alexandre Gallo não é mais treinador do Santa Cruz. O técnico deixou o clube após pedir desligamento na tarde desta segunda-feira. O clube agradece os serviços prestados e deseja sorte ao treinador", informou o clube pernambucano nas redes sociais.

Gallo pediu demissão do Santinha. (Foto: Rafael Melo / Santa Cruz)
Gallo pediu demissão do Santinha. (Foto: Rafael Melo / Santa Cruz)

NA BERLINDA!
Eliminado com a pior campanha na Copa do Nordeste, o Santa Cruz ocupa a sexta colocação no Pernambucano com nove pontos, a dois da zona de rebaixamento.

"Eu me vi bastante engessado para um crescimento, um trabalho, uma sequência e resolvi tomar essa atitude. É a primeira vez que acontece na minha carreira. Eu queria que todos os torcedores abraçassem essa diretoria, que faz um trabalho sério e que vai dar frutos ao Santa Cruz. Queria agradecer a todos e queria dar melhores situações para o clube, mas hoje as condições estão bem difíceis", disse Gallo.

NO SANTOS, PRESSIONADO, TÉCNICO TAMBÉM ENTREGA O CARGO



DECISÃO!

Nesta quarta-feira, o Santa Cruz, que já busca um novo treinador, terá uma decisão pela frente. O desafio das 19 horas será contra o Retrô Brasil, justamente o clube que abre a degola com sete pontos.

"Eu tenho certeza absoluta que isso não é culpa desta direção que aí está", disse antes, de completar. Convivi com Jaime e Oberdan e são caras dedicados que querem o melhor para a equipe. Ficaria um pouco covarde falar do passado, mas deixaram a desejar nesse sentido e vemos hoje uma situação delicada. Nos próximos seis meses seria um crescimento mínimo para acontecer", disse Gallo em sua carta de despedida.