Mesmo sem acesso, Roberto Fernandes deve renovar com Santa Cruz

A Cobra Coral melhorou desde a sua chegada, mas foi eliminada nas quartas de final para o Operário-PR

por Agência Futebol Interior

Recife, PE, 14 (AFI) - O tão sonhado acesso para a Série B do Campeonato Brasileiro bateu na trave, mas mesmo assim o trabalho feito por Roberto Fernandes parece ter agradado a diretoria do Santa Cruz.

As duas partes estão conversando desde a eliminação nas quartas de final da Série C e tudo se encaminha para um desfecho positivo. O principal empecilho é a questão financeira, já que Roberto Fernandes ainda precisa receber salários atrasados.

Os números do treinador no Santa Cruz são bons. Anunciado no fim de maio para o lugar de PC Gusmão, Roberto Fernandes fez 14 partidas no comando da Cobra Coral, com seis vitórias, quatro empates e quatro derrotas.

Roberto Fernandes negocia para renovar seu contrato com o Santa Cruz visando 2019
Roberto Fernandes negocia para renovar seu contrato com o Santa Cruz visando 2019
O aproveitamento de 53,4% fez o Santa Cruz se classificar no Grupo A, mas não foi o bastante para garantir o acesso. Depois de vencer o jogo de ida das quartas de final, por 1 a 0, em Recife, a Cobra Coral perdeu para o Operário-PR, por 3 a 1, em Ponta Grossa, e foi eliminada.

Sem mais calendário nesta temporada, o Santa Cruz já inicia o planejamento para a próxima temporada e o primeiro passo é decidir a permanência de Roberto Fernandes, para depois ver com quem vai renovar contrato e ir em busca de reforços.

Natural da própria Recife, Roberto Fernandes iniciou a carreira de treinador no Ferroviário-PE e depois passou por inúmeros clubes, como Linense, Londrina, Ceará, Vila Nova, Brasiliense, Náutico, Atlético-PR, Figueirense, Fortaleza, Paysandu, América-RN, ABC, Remo, Paraná e Confiança, entre outros.

 
 
" />