Heroi do título, goleiro do Sampaio relembra: "Passei anos no ostracismo"

Nascido no Rio de Janeiro, o jogador foi revelado nas categorias de base do Botafogo de Ribeirão Preto

por Agência Futebol Interior

Salvador, BA, 07 (AFI) – Se tem um heroi no título do Sampaio Corrêa na Copa do Nordeste, esse cara é o goleiro Andrey. Com a melhor defesa da competição, com apenas quatro gols sofridos em 12 jogos, ele cresceu na reta final, com grandes atuações contra o Vitória, nas quartas, o ABC, na semi, e o Bahia, na grande final.

No empate por 0 a 0 na Arena Fonte Nova foi pouco exigido, mas quando apareceu mostrou segurança.

Contratado no final de 2017, o goleiro rapidamente ganhou a confiança do torcedor, principalmente pelas exibições com a camisa do Sampaio Corrêa. Com 24 anos, ele estava no Volta Redonda em 2017, na campanha do acesso na Série D do Campeonato Brasileiro.

Antes, defendeu São Bento e Cabofriense. Nascido no Rio de Janeiro, foi revelado nas categorias de base do Botafogo de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo.

Andrey, goleiro e herói do Sampaio Corrêa, relembra:
Andrey, goleiro e herói do Sampaio Corrêa, relembra: "Passei anos no ostracismo"

“Eu passei alguns anos da minha vida no ostracismo. Cometi muitos erros na minha vida, não posso negar, paguei preço, mas quando a gente aprende com o mundo não tem jeito. Chegou uma hora que coloquei a cabeça no lugar para proporcionar uma vida digna para meus filhos e minha família", disse o goleiro Andrey, grande heroi do título do Sampaio.

GRANDES ATUAÇÕES
Na que pode ser a melhor atuação individual de um jogador na Copa do Nordeste, Andrey fechou o gol contra o Vitória, quando o clube venceu por 3 a 0 dentro do Castelão e encaminhou a classificação nas quartas de final.

Mas o jogador vai ter que seguir fazer milagre para salvar o time da zona de rebaixamento da Série B do Campeonato Brasileiro. Com 15 pontos, elenco de Roberto Fonseca aparece na 16ª posição.

TREINADO POR ANDRÉ DIAS


No momento a grande forma de Andrey tem uma colaboração direta do seu treinador de goleiros, André Dias, ex-preparador da Ponte Preta nos últimos anos. Ao final do jogo Dias tirou uma foto segurando a Copa do Nordeste ao lado de Andrey e de Welerson, goleiro reserva.

"Estou muito feliz porque nosso goleiro está indo muito bem e nosso time (Sampaio) foi campeão inédito do Nordeste" - resumiu André Dias.

 
 
" />