Série C: Sérgio Frota fala em acesso e convoca torcida do Sampaio Corrêa para o clássico

por Agência Futebol Interior

São Luís, MA, 12 (AFI) - "O torcedor precisa abraçar esse time. O time já mostrou que tem vontade e está comprometido. Todas as grandes conquistas do Sampaio, o torcedor sempre esteve presente, ao lado do time. É fundamental esse apoio do torcedor. Não adianta só jogador, o torcedor precisa mostrar que acredita no time. No sábado, no jogo contra o nosso maior rival, não tem favorito. Clássico não tem favorito, mas que o torcedor vá a campo para nos apoiar. Série C é muito equilibrada. A diferença será no apoio do torcedor. Gostaria que o torcedor do Sampaio voltasse a apoiar o clube".

Foi assim que o presidente Sérgio Frota (foto), em entrevista à TV Sampaio, convocou a torcida do Sampaio Corrêa para o clássico contra o rival Moto Club neste sábado, às 16 horas, no Estádio Castelão, em São Luís, pela abertura do returno no Grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro.

"Nós estamos fazendo uma Série C muito boa. (...) A experiência nos mostra que não tem nada definido. Tivemos nove rodadas de 18 jogos, ainda há 27 pontos a disputar. (...) Isso não sobe na cabeça. Estou muito satisfeito", analisou o mandatário.

Acesso?

O Sampaio Corrêa fechou o turno na vice-liderança do Grupo A com 15 pontos, três a menos do que o líder CSA e três a mais do que o Remo, primeiro clube fora da zona de classificação. O Moto Club, por sua vez, ocupa a vice-lanterna com apenas oito pontos. A boa fase do Sampaio Corrêa anima Sérgio Frota que já fala em acesso.

"Não tenho dúvida (acesso do Sampaio). A sorte faltou em alguns jogos. (...) Existe a consciência que podemos chegar. Não somos favoritos. (...) Temos o grupo. Mesmo com todas as dificuldades, nós procuramos dar condições ao Diá (técnico) para que ele possa ter um elenco. Time ganha jogo, o elenco ganha o campeonato".

Na última rodada, o Sampaio Corrêa venceu o confronto direto ante o Botafogo, por 2 a 1, em João Pessoa. Sérgio Frota não economizou nos elogios ao elenco e ao técnico Francisco Diá.

"A maior qualidade desse grupo é união, comprometimento e profissionalismo. (...) Nós temos um grupo focado, que pese toda a dificuldade financeira. (...) Temos lutado para reparar isso e pra isso é fundamental a presença do torcedor. (...) Hoje há uma sinergia no vestiário do Sampaio. Jogo fundamental (clássico contra o Moto). Moto vem de uma vitória e vitória representativa. E o Sampaio vem de um resultado mais expressivo ainda que ninguém contava. (...) Diá teve a competência de mudar taticamente o Sampaio. Ele mudou o Sampaio. (...) Uma vitória que mostra o potencial desta equipe", finalizou.