Série D: Invicto, Sampaio Corrêa pode repetir feito histórico de 1997

Time foi campeão da Série C sem derrotas pelo trajeto

por Agência Futebol Interior

São Luís, MA, 12 (AFI) - Puxando o retrospecto de 1997, o Sampaio Corrêa pode ser considerado o favorito para levantar o caneco de Campeonato Brasileiro da Série D de 2012. Há 15 anos, o Sampaio passou invicto pelos 24 jogos para conquistar o título de Campeão Brasileiro da Série C. Neste ano, a quantidade de jogos não é a mesma, porém, o time continua imbatível.

Para levantar o caneco da Série C, em 1997, o Sampaio Corrêa percorreu praticamente o Brasil inteiro. Isso porque, a competição era composta por 64 clubes na disputa por pontos corridos, mais viável para Confederação Brasileira de Futebol (CBF) que para os clubes. Com 12 vitórias e seis empates, o Sampaio superou esse adversário e avançou para a segunda fase. Também de pontos corridos.

Além de três empates, o Sampaio Corrêa desbancou o Tupi, duas vezes, e a Francana para levantar o segundo caneco do Campeonato Brasileiro (em 1972 foi campeão da Série B pra cima do Campinense). Sendo assim, o Sampaio foi campeão com 12 vitórias e seis empates, com 31 gols convertidos e apenas 11 sofridos. Porém, esses números já foram batidos esse ano.

Criada em 2009, a Série D passou um período de adaptação nos primeiros anos, mas, as longas distâncias entre os estados forçaram a CBF a facilitar a vida dos clubes, dividindo a competição em grupos, por região. Por tanto, sem precisar atravessar o Brasil inteiro, como em 97, o Sampaio Corrêa passou a primeira fase sobrando, com oito vitórias, massacrando os adversários com 25 gols convertidos e dois sofridos.

Baraúnas foi a última vítima do Castelão, desta vez, com quase 30 mil torcedores

Reforçado pela liberação do Estádio Castelão, com capacidade para 40 mil expectadores, o Sampaio Corrêa eliminou Vilhena-RO, Mixto-MT e, por último o Baraúnas-RN, com a melhor média de torcedores da competição. Satisfeito e empolgado com os resultados, o presidente Sérgio Frota, estabeleceu uma meta pra lá de audaciosa.

"Sempre acreditei no grupo que montei e agora o resultado aí está. Por iniciativa minha e de mais ninguém, tive a sorte de contratar um treinador competente como Flávio Araújo. Podem me chamar de louco, mas minha ambição maior é deixar o Sampaio na Série A", ressaltou o mandatário.

Agora, o Sampaio inicia a missão em busca do título da Série D contra o Crac-GO, neste domingo, às 17h, no Estádio Genervino Fonseca, em Catalão. O segundo confronto acontece no próximo dia 21, em São Luís, no Estádio Castelão, prometendo um verdadeiro caldeirão tricolor.