Copa União: Adiamento irrita diretoria do Sampaio Corrêa

por Agência Futebol Interior

São Luís, MA, 20 (AFI) - Ficou para esta quinta-feira, o jogo entre Sampaio e Bacabal, que seria na quarta, pelo segundo turno da Copa União. O jogo foi remarcado para às 17 horas, no Estádio Nhozinho Santos.

Leia mais:
Goiás apresenta mais dois reforços para o Brasileirão

O Sampaio protestou contra o adiamento, que foi decidido com precipitação pelo diretor de futebol Geografia, da FMF. As chuvas, que caíram sobre São Luís durante a tarde, fizeram com que a FMF se apresasse e transferisse a partida, por volta das 16 horas, com mais de quatro horas de antecedência, o que não agradou a direção do Sampaio, até porque não foi consultada nem comunicada.

O vice-presidente sampaíno, Nílson Garcia, protestou porque o Sampaio somente tomou conhecimento do adiamento do jogo pela imprensa, o que se constituiu uma falta de respeito ao Tricolor, que como instituição merece um tratamento melhor, principalmente porque é o mandante e o maior interessado no jogo.

Precipitado
O presidente Sérgio Frota, revoltado, também foi na sede da FMF protestar junto ao presidente da entidade, Alberto Ferreira. O mandatário sampaíno não gostou da precipitação do diretor-técnico, que, mais uma vez, causa prejuízo ao Sampaio.

Frota lembrou que o Sampaio foi forçado a jogar contra o Viana em um campo em piores condições. O Sampaio aceitou o adiamento do jogo sob protesto.