Sem caso no futebol masculino, Argentina registra duas infectadas no feminino

Antes de Camila Godoy, a goleira Stephania Rea foi diagnosticada com o vírus

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 26 (AFI) - Diferente do Brasil, a Argentina vem registrando poucos casos do novo coronavírus por ter tomado medidas de seguranças mais confiáveis em combate à doença. O país confirmou nesta terça-feira apenas o seu segundo caso de COVID-19 no futebol, ambos no feminino.

Camila foi diagnosticada com COVID-19
Camila foi diagnosticada com COVID-19
Com sintomas leves, Camila Godoy, jogadora do River Plate, está isolada em um hotel no qual o Governo de Buenos Aires colocou à disposição dos infectados. Ela vem tomando todos os cuidados necessários para combater a doença.

PRIMEIRO CASO
Assim como a goleira Stephania Rea, a primeira futebolística com coronavírus no país, Camila Godoy também mora em um dos bairros mais afetados de Buenos Aires, 31 del barrio porteño Retiro, que contém 37% dos infectados.