Paulista A2: Rio Preto completa 98 anos de existência com evolução e patrimônio

O clube rio-pretense tem hoje um patrimônio avaliado em 450 milhões, englobado o estádio Anísio Haddad

por Oscar Silva -

São José do Rio Preto, SP, 21 (AFI) - Fundado em 21 de abril de 1919, o Rio Preto Esporte Clube completa nesta sexta-feira, 98 anos de existência. O time da Vila Universitária acaba de ser rebaixado para o Campeonato Paulista da Série A3, na próxima temporada.

"Rio Preto, o veterano que desta terra é o clube soberano a justa fama que conquistamos". Com esse hino, o Jacaré apesar da má campanha na Série A2, rebaixado ainda sim tem motivos para comemorar com uma ótima estrutura e um grande patrimônio.

COM A PALAVRA

Segundo José Eduardo Rodrigues, vice-presidente do time da Vila Universitária, o Glorioso tem uma história secular, de aspectos culturais e esportivos e sentimentais.

"Já fomos uma agremiação imbatível e ostentamos a alcunha de soberano, na década de 30, 40 e 50, do século passado em nosso "Fortim da Vila", estádio Victor Brito Bastos, onde o Jacaré mandava seus jogos. Consagramos-nos campeão em torneios oficiais nos anos 60, 70, 90, em 2007, conquistando o acesso para elite do futebol paulista como vice-campeão da Série A2. Em 2015, fomos campeão brasileiro feminino e, na temporada passada campeão paulista feminino. Inauguramos em 1968, o estádio Anísio Haddad, que leva o nome ao saudoso e, ex-presidente do clube. Hoje, o Riopretão, está totalmente remodelado e modernizado", continuou.

"Completamos 98 anos de uma vida de glórias, oportunidades, formação profissional e acadêmica. Somos equipes masculino e agora feminino também, e ascendemos das últimas três décadas de estagnação. Para novos tempos ainda em tempo de consolidar dos nossos precursores (presidentes, beneméritos, patronos, patricinadores, abnegados, torcedores e amantes do futebol), desde os mais reconhecidos e populares até os incógnitas, que ombrearam e priorizaram as cores verde e branca, quer de ação ou reação. O Rio Preto, é um clube capitalizado pelo seu patrimônio físico e cultural", finalizou o dirigente rio-pretense.

PATRIMÔNIO

O clube rio-pretense tem hoje um patrimônio avaliado em 450 milhões, englobado o estádio Anísio Haddad, o Riopretão, o conjunto de prédios que está sendo feito junto a uma Construtora, o Poliesportivo e, uma rede de lojas ao lado do Shopping Center que está alugado.

CONQUISTA

Na sala de troféu na sede da Vila Universitária, o clube tem registrado o título de Campeão Paulista em 1963 e 1999, denominado hoje, Série A3, vice-campeão da Série A3, em 1994, o vice-campeão da Série A2, em 2007, galgando a elite pela primeira vez, em 2008. O Rio Preto, não pára por aí. Foi Campeão Brasileiro Feminino, em 2015, e, vice na temporada passada. Não bastasse, em 2016, sagrou-se campeão paulista feminino. Na atual temporada as meninas buscam o bí-campeonato brasileiro e paulista, respectivamente.