Reforço de time da Série D, goleiro Bruno cita Belo e promete ser 'profissional dedicado'

O ex-arqueiro do Flamengo, preso pelo assassinato de Eliza Samudio, fechou com o Rio Branco

por Agência Futebol Interior

Rio Branco, AC, 29 (AFI) - O Rio Branco promete um time, no mínimo polêmico para a Série D do Campeonato Brasileiro. O Estrelão acertou com o goleiro Bruno, que falou pela primeira vez sobre seu possível retorno ao futebol. O clube vem sofrendo muita pressão, após o anúncio, e, inclusive, já perdera o patrocinador.

"Quero voltar a trabalhar e sustentar a minha família. Se o Belo não pudesse mais cantar ? Como ele estaria vivendo ? Eu tenho saúde e tenho proposta de emprego, cumpro com a justiça no semiaberto, pretendo jogar mais três anos e honrar o contrato com o presidente do Rio Branco", falou o ex-goleiro do Flamengo, à Rádio Verde Amazônia.

Goleiro Bruno
Goleiro Bruno
"Pode esperar um profissional dedicado. Vou fazer de tudo para retribuir o apoio e o carinho que estão me dando diante da mídia negativa neste meu retorno ao futebol", completou.

Bruno tem 35 anos e iniciou a carreira no Atlético Mineiro. Passou por Corinthians e se consagrou mesmo no Flamengo. Vinha sendo apontado para defender a seleção brasileira, quando foi preso pelo assassinato de Eliza Samudio. Em semiaberto, chegou a defender o Boa Esporte e o Poços de Caldas, nesta tentativa de retornar ao futebol.

CRÍTICAS
A contratação por parte do Rio Branco tem gerado inúmeras críticas, principalmente, do movimento feminismo. O clube já perdeu patrocinador e vem sendo cobrado para voltar atrás da contratação do goleiro, que ainda cumpre pena no semiaberto.

*Nota: Belo foi julgado e condenado, em 2004, a oito anos de prisão, em regime fechado, por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Ele deixou a prisão após cerca de quatro anos, em 2008, e teve a pena extinta em 2010.