Patrocinador suspende contrato com time que anunciou goleiro ex-Flamengo

Bruno está preso desde 2010 pelo assassinato de Eliza Samúdio e pelo sequestro e cárcere privado do filho Bruninho

por Agência Futebol Interior

Rio Branco, AC, 27 (AFI) - O Rio Branco, que sonha com título no Campeonato Acreano e acesso no Campeonato Brasileiro da Série D, anunciou a contratação do goleiro Bruno. Entretanto, a notícia não foi bem recebida pela Rede Arasuper.

A empresa é uma das patrocinadoras do Estrelão do Norte, mas, com medo de que a imagem da companhia seja arranhada, confirmou que suspendeu a parceria com os alvirrubros justamente por conta do "reforço".

QUEM É?
O camisa 1 está preso desde 2010 pelo assassinato de Eliza Samúdio e pelo sequestro e cárcere privado do filho Bruninho, que hoje vive com a avó, mas vem cumprindo pena no regime semiaberto em Varginha (MG). Lá, chegou a defender o Boa Esporte por cinco partidas, em 2017.

Bruno - Foto: Divulgação - Foto: Divulgação
Bruno - Foto: Divulgação

Antes do crime, se destacou pelo Atlético Mineiro e teve uma rápida passagem pelo Corinthians, sem sequer entrar em campo, até que chegou ao Flamengo, pelo qual conquistou o tricampeonato carioca, entre 2007 e 2009, e o Brasileirão de 2009.

INTERESSADOS
No final de 2019, Bruno chegou a acertar com o Poços de Caldas-MG, mas não participou de partidas oficiais. Depois, esteve bem próximo de assinar com o Barbalha-CE.

Na sequência, o Ceilandense-DF, o Fluminense de Feira de Santana-BA e o São Paulo-AP manifestaram interesse no arqueiro. Em meados de janeiro, o Operário-VG-MT chegou a anunciá-lo, mas voltou atrás após repercussão negativa.

CONFIRA A NOTA NA ÍNTEGRA