Série C: Em bom momento no Paraense, meia do Remo valoriza técnico Mazola Júnior

Leão Azul aparece na segunda colocação do Estadual do Pará, com 20 pontos, dois abaixo do líder Paysandu

por Agência Futebol Interior

Belém, PA, 04 (AFI) - Em grande partida disputada no domingo, na penúltima rodada da primeira fase do Campeonato Paraense, o Remo virou para cima do Águia e venceu pelo placar de 4 a 2, na retomada após paralisação por conta da pandemia de covid-19. Autor de dois gols, o meia Eduardo Ramos valorizou o trabalho do técnico Mazola Júnior.

"Hoje eu tenho um treinador que é um cara que me dá moral, me incentiva, que tenta tirar o melhor de mim, mas é um cara que também me cobra muito. E, independente da situação, é um cara justo. É um cara que hoje, no Remo, independente de quem jogar, tem o respeito de todos. Hoje o Mazola tem o grupo nas mãos, é nítido isso. É um grupo trabalhador, humilde, você não vê vaidade. É cada um buscando seu espaço, mas de uma forma saudável", afirmou.

"Se hoje eu estou compromissado, buscando e querendo muito, devo muito à chegada do Mazola, sem dúvida. É um cara que botou muita coisa na minha cabeça, para um lado positivo. Espero ajudá-lo, ajudar meus companheiros, para que a gente possa conseguir os nossos objetivos e eu possa fazer parte de um grupo vitorioso. Vou me esforçar muito para isso", destacou o meio-campista.

Mazola Júnior
Mazola Júnior
O comandante, por outro lado, comparou Eduardo Ramos com Marcelinho Paraíba nos tempos de Sport, outro veterano que cresceu nas mãos de Mazola Júnior. O Leão Azul, vale destacar, tem como objetivos da temporada conquistar o título estadual e o acesso à Série B do Campeonato Brasileiro.

"Vou fazer com o Eduardo Ramos a mesma coisa que fiz com Marcelinho Paraíba no Sport, lá nas temporadas 2011/2012. Marcelinho foi artilheiro do Campeonato Pernambuco de 2012 e decisivo no acesso de 2011. Quando assumi o profissional, na sexta rodada da Série B, ele estava jogando machucado desde a final do Estadual. Tirei do time, recuperei, treinei e depois foi o que foi", contou o treinador ao Portal Futebol Interior.