Técnico se desculpa por áudio vazado, mas ainda quer Neto Baiano e Ramos fora do Remo

Apesar de não mudar a opinião, Eudes Pedro se desculpou pelo meio como o assuntou se tornou público

por Agência Futebol Interior

Belém, PA, 10 (AFI) - O técnico Eudes Pedro, do Remo, deu uma entrevista coletiva nesta quinta-feira para explicar o conteúdo do áudio em que ele fala que só fica no Remo se o atacante Neto Baiano e o meia Eduardo Ramos saírem. O treinador se desculpou, mas manteve a opinião de que prefere trabalhar sem os dois atletas veteranos no elenco, agora dando mais detalhes sobre os motivos.

“Tenho um grupo de comissão técnica e fui incluído em mais três grupos do clube. Mandei um áudio para a minha comissão e acabei enviando para outro grupo. Infelizmente um membro do próprio clube vazou. Eduardo Ramos e Neto Baiano me ajudaram bastante na minha chegada. Todos homens, trabalharam bastante. Peço desculpas a eles em público pelo vazamento, não pelo conteúdo, mas sim do que ocorreu. Ingenuidade de quem passou o áudio adiante”, disse Eudes.

Foto: Samara Miranda / Clube do Remo
Foto: Samara Miranda / Clube do Remo
“Pretendemos iniciar o planejamento com atletas jovens, como Hélio, Rony, Laílson entre outros para jogar o estadual. Esse é o meu pensamento e da comissão técnica e amadurecemos as ideias com o presidente. O áudio fala exatamente isso, que eu não tenho como contar com Neto e o Eduardo se esse projeto for adiante. Como irei colocar os dois no banco ganhando o que eles ganham? Não tem cabimento. O sistema de jogo visa uma equipe jovem, de transições ofensivas e defensivas rápidas”, completou.

O futuro de Eudes Pedro no Remo está indefinido desde a eliminação para o Paysandu na Copa Verde, há pouco menos de duas semanas. O episódio do áudio pesou o clima nos bastidores, mas a diretoria ainda não tomou uma decisão sobre a permanência do treinador.