Independiente 1 x 0 Fortaleza - Leão briga, cria chances, mas acaba derrotado

O Fortaleza perdeu para o Independiente na sua primeira partida internacional

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 13 (AFI) - Na primeira vez que entrou em campo em uma competição internacional na sua história, o Fortaleza foi derrotado. A equipe cearense perdeu por 1 a 0 para o Independiente no jogo de ida da primeira fase da Copa Sul-Americana, em Avellaneda, na Argentina.

Apesar da derrota, o Fortaleza sai fortalecido da partida, já que criou várias chances de empatar e joga suas fichas na partida de volta. A decisão acontece no próximo dia 27, na Arena Castelão, em Fortaleza.

CONFIRA OS MELHORES MOMENTOS

Sob o comando do técnico Rogério Ceni, o Fortaleza precisará vencer por dois gols de diferença para avançar na competição, se não sofrer gols diante de sua torcida. Se isso acontecer, terá que levar a melhor por uma vantagem de três gols.

O JOGO
O Fortaleza não se assustou com a pressão da torcida adversária e antes dos dez minutos quase abriu o placar. Aos seis minutos, Osvaldo se livrou da marcação, mas bateu por cima do gol.

A equipe argentina, como era esperado, pressionava o Fortaleza, mas sem objetividade nos primeiros minutos. O Fortaleza continuava assustando e aos 20 minutos, Osvaldo lançou David, que tentou por duas vezes, mas não conseguiu abrir o marcador.

Fortaleza foi valente na Argentina
Fortaleza foi valente na Argentina

O Independiente não fazia uma boa primeira etapa e só chegou com perigo aos 35. Romero cruza pela direita, mas Benítez cabeceia para fora.

NA RUA
Até que, em uma discussão boba na área argentina, Quintero aceitou a provocação dos anfitriões e acertou um tapa no rosto de Sánchez Miño, aos 42 minutos. O árbitro deu o vermelho direto ao jogador do time brasileiro e o amarelo a Miño, que já tinha advertência e também acabou sendo excluído do jogo.

GOL RELÂMPAGO

Até que, em uma discussão boba na área argentina, Quintero aceitou a provocação dos anfitriões e acertou um tapa no rosto de Sánchez Miño, aos 42 minutos. O árbitro deu o vermelho direto ao jogador do time brasileiro e o amarelo a Miño, que já tinha advertência e também acabou sendo excluído do jogo.

O gol não abateu o Fortaleza. Assim como no primeiro tempo, Osvaldo seguia sendo a melhor peça ofensiva do time cearense e logo após o gol, quase que ele empata em jogada pela esquerda.

O Fortaleza a partir de então passou a atacar e foi perdendo uma chance atrás da outra de empate. Aos 14, Osvaldo novamente chegou com perigo. Ele passou por três e bateu para fora. O Fortaleza seguia procurando o empate.

Fortaleza perdeu por 1 a 0 na Argentina. Foto: Instagram Independiente
Fortaleza perdeu por 1 a 0 na Argentina. Foto: Instagram Independiente

NÃO ACREDITO!!!
A melhor oportunidade de empate aconteceu aos 25. Osvaldo invadiu a área em velocidade e tocou para Romarinho, que, sem goleiro, se atrapalhou e desperdiçou a chance do empate. Ele conseguiu mandar a bola nas mãos do goleiro que já estava caído.

Aos 31, foi a vez de Gabriel Dias desperdiçar mais uma chance.

Sem conseguir aproveitar suas chances, o Fortaleza ainda levou um sustos na reta final do jogo. O Independiente criou ao menos duas boas oportunidades, porém sem efetividade.

PRÓXIMOS JOGOS
O Fortaleza joga na segunda-feira pela Copa do Nordeste. A equipe encara o Imperatriz, pela quarta rodada

Ficha Técnica

Fase
Primeira Fase
Rodada
1ª rodada
Data
13/02/2020
Horário
21h30
Local
Libertadores de América - Buenos Aires (ARG) ()
Árbitro
Wilmar Roldán (COL)

Assistentes

Cartões Amarelos
Independiente-ARG: Sánchez Miño

Cartões Vermelhos
Independiente-ARG: Sánchez Miño
Fortaleza-BRA: Quintero
Gols
Independiente-ARG: Leandro Fernández 5' 2T
Independiente-ARG
Campaña;
Bustos (Domínguez), Franco, Barboza, Sánchez Miño;
Lucas Romero, Soñora e Benítez (Brian Martínez),
Leandro Fernández (Alan Velasco) e Silvio Romero

Técnico: Lucas Pusineri.
Fortaleza-BRA
Felipe Alves;
Gabriel Dias, Quintero, Paulão, Bruno Melo;
Felipe, Juninho;
Mariano Vazquez, David (Michel), Osvaldo (Marlon) e Romarinho (Tinga).

Técnico: Rogério Ceni.