Com suspeita de Covid-19, brasileiro fica fora de treino do Real e refaz teste

Real Madrid, líder do Campeonato Espanhol, se prepara para encarar o Alavés nesta sexta-feira, às 17 horas (horário de Brasília), pela

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 09 (AFI) - O atacante brasileiro Vinícius Júnior refez, nesta quinta-feira, seu teste de Covid-19 após o último, na quarta-feira, dar inconclusivo. Até mesmo por isso, o jovem atleta ficou fora do treinamento do Real Madrid, comandado pelo técnico Zidane.

"Não é que ele tenha coronavírus, é que, às vezes, ao fazer o exame se dá um erro, e precisa repetir. Foi feito pela manhã, e à tarde saberemos o resultado. Não há problemas, e o lógico é que esteja conosco amanhã", explicou o comandante merengue.

O Real Madrid, líder do Campeonato Espanhol, se prepara para encarar o Alavés nesta sexta-feira, às 17 horas (horário de Brasília), pela 35ª rodada.

Todo cuidado é pouco. (Foto: Divulgação)
Todo cuidado é pouco. (Foto: Divulgação)

OUTRO CASO!
O Real Madrid tomou a mesma medida com o atacante Jovic. O bósnio esteve em contato com um amigo infectado e foi isolado em sua casa para não ter o perigo de contaminar o restante do elenco.

"Vocês têm a informação e, como não queremos arriscar, ele (Jovic) não está conosco. São coisas que acontecem. É verdade que ele não está muito feliz, sobretudo com a lesão. Mas é um jogador muito bom, um atacante que faz gols, mas não jogou muito. Contamos com ele para o próximo ano. Houve pequenas coisas, mas como jogador é bom", afirmou Zidane.

DESFALQUE!
Para encarar o Alavés, o treinador poderá contar com o retorno do meia Hazard, uma vez que o belga treinou normalmente após sobrecarga muscular.

"Ele não tem medo, mas é a terceira recaída e o incomoda um pouco. Aqui há quem saiba muito mais que eu e a imagem (exame) está limpa, está perfeita. Mas as dores são normais depois de um jogo ou treino forte. Ele não tem medo e quer ajudar o time e estará conosco amanhã", completou.

O Real Madrid lidera o Espanhol com 77 pontos e 34 jogos, mas viu o rival Barcelona, já com 35 partidas, encostar com 76.