Copa SP: Comandado por Júlio César, Primavera faz bonito, goleia e garante classificação

O técnico, porém, almeja chegar mais longe do que em 2016, quando foi eliminado nos pênaltis para o Avaí na terceira fase

por Agência Futebol Interior

Indaiatuba, SP, 06 (AFI) - Comandado pelo técnico Júlio César, o Primavera conquistou um importante objetivo. Com duas vitórias em dois jogos, o clube garantiu, de forma antecipada, a sua classificação para a segunda fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior. O objetivo foi alcançado em grande estilo, com uma sonora goleada por 4 a 0 diante do CRB-AL.

No jogo das 16 horas, União Rondonópolis e Atlético-PR ficaram no 0 a 0, resultado que já garantiu o fantasma na segunda fase do certame. No próximo sábado (07), as equipes voltam a campo, CRB e União se enfrentam as 14 horas, enquanto que o Fantasma encara o Atlético-PR, em jogo valendo a liderança para o Primavera, às 16 horas.

A classificação é apenas o primeiro objetivo do clube. Apesar de reconhecer a dificuldade da competição, o técnico Júlio César cravou que o Primavera "tem grandes chances de chegar mais longe neste ano". Em 2016, chegou até a terceira fase, quando foi eliminado para o Avaí-SC, nos pênaltis. Após esse excelente início, a confiança só aumenta.

O JOGO
Passado o nervosismo e ansiedade da estreia, a equipe entrou em campo nesta quinta (05), às 14 horas, no Gigante da Vila. O adversário dessa partida era o tradicional CRB-AL, que vinha de derrota para o Atlético-PR pelo placar de 2 a 0, enquanto o Fantasma havia vencido o União Rondonópolis por 4 a 2.

O calor não deu trégua, mesmo assim a torcida compareceu em grande número, deu um show na arquibancada e apoiou nossos garotos do início ao fim. Dessa vez o jogo começou sem sustos, e logo aos 20 minutos, Jonas fez bela jogada Individual e na tentativa de tirar o goleiro da jogada acabou sofrendo pênalti. O mesmo Jonas (ou Toró) converteu a cobrança e abriu o placar no Gigante.

MURALHA
O Primavera seguiu pressionando e quando o CRB respondia, o arqueiro Daniel segurava a pressão com belas defesas. Logo no início da segunda etapa o Tricolor foi para cima, e em um contra-ataque, Erick sofreu falta dentro da área e novamente foi assinalado pênalti. Jonas, o Toró, bateu e converteu novamente.

Felipe, como no jogo passado, entrou e logo ampliou a vantagem. Além das palmas e gritos de gol, as vozes da arquibancada pediam por Andrey, que entrou e não decepcionou, marcou o quarto tento da equipe Indaiatuba, selando a goleada e estendendo a maior sequência invicta na competição para 7 jogos.

CONQUISTA HISTÓRICA
Pela primeira vez na história, o Primavera garante a classificação de forma antecipada à próxima fase da competição. Em outros anos quando também se classificou, em 2001, 2004 e 2016, a classificação só veio na última rodada.

aaa