Paulista A3: Rodriguinho comenta retorno em empate heroico da Portuguesa Santista

Para o treinador Sérgio Guedes, a equipe demonstrou o caráter necessário para conseguir se recuperar de um placar adverso

por Federação Paulista (FPF)

Santos, SP, 16 (AFI) - A Portuguesa Santista buscou o empate por 2 a 2 contra o Barretos na última sexta-feira, no estádio Fortaleza, pela primeira partida da semifinal do Campeonato Paulista da Série A3. Terminando a partida com um a menos, a equipe de Santos conseguiu igualar o marcador na segunda etapa depois de estar perdendo por 2 a 0.

Fora dos gramados por um mês em virtude de uma lesão, o atacante Rodriguinho comemorou o retorno em grande estilo, marcando o gol que deixou tudo igual na partida contra o Barretos. O jogador gostou da postura da equipe de buscar o resultado adverso.

“Nosso time mais uma vez mostrou poder de reação, mostrou que esse grupo está no caminho certo. Em nenhum momento quando tomamos os gols nosso time baixou a guarda, e fomos buscar o resultado”, disse.
Rodriguinho agradeceu a confiança do técnico Sérgio Guedes na escalação para última partida, saindo do banco para substituir Anderson Magrão, fazendo o gol que decretou o empate na partida de ida.

Rodriguinho comenta retorno em empate heroico da Portuguesa Santista
Rodriguinho comenta retorno em empate heroico da Portuguesa Santista
“Tenho que agradecer ele [Sergio Guedes] pela confiança. Quando machuquei ele me falou para ficar com a cabeça boa e tratar. Me esforcei para curar essa lesão e estar nesse mata-mata. A confiança que o Sergio me deu foi fundamental para que eu pudesse ficar com a cabeça boa para cuidar da minha lesão”.

TREINADOR SATISFEITO
Para Sérgio Guedes, a equipe demonstrou o caráter necessário para conseguir se recuperar de um placar adverso, mesmo com um jogador a menos após a expulsão de Gustavo Henrique.

"A gente enfrentou muita dificuldade. Mexemos no vestiário e o time entrou determinado. É um time de alma, guerreiro, de superação. Damos muita ênfase a isso. Estamos desgastados, mas felizes e muito otimistas”.

“O time conquistou um patamar que paga para ver ou corre risco. É um time de atitude, que cria e que faz. Tem que ter cabeça boa, administrar melhor, mas sempre apresentamos volume e intensidade", completou o comandante.

Com a vantagem do empate, a Portuguesa Santista volta a enfrentar o Barretos na próxima sexta-feira, no estádio Ulrico Mursa, às 20h, pela partida de volta da semifinal do Paulistão A3.