Portuguesa faz acordo e pagará R$ 250 mil mensais para sanar dívidas trabalhistas

A decisão prevê que os processos contra o clube sejam reunidos na mesma Vara e que a Portuguesa pague 30% de sua receita mensalmente

por Agência Estado

São Paulo, SP, 12 - A Portuguesa conseguiu junto à Justiça do Trabalho um acordo para começar a sanar suas dívidas trabalhistas. A decisão prevê que os processos contra o clube sejam reunidos na mesma Vara e que a Portuguesa pague 30% de sua receita mensalmente, garantindo um mínimo de R$ 250 mil.

A ação que busca equacionar as dívidas do time do Canindé foi movida pelo advogado Antônio Carlos Aguiar e aceita pelo desembargador corregedor regional Sergio Pinto Martins.

Portuguesa faz acordo e pagará R$ 250 mil mensais para sanar dívidas trabalhistas (Foto: Ronaldo Barreto/NETLUSA)
Portuguesa faz acordo e pagará R$ 250 mil mensais para sanar dívidas trabalhistas (Foto: Ronaldo Barreto/NETLUSA)

Na Justiça, há cerca de 330 processos envolvendo a Portuguesa. Nessas condições e com a devida segurança jurídica, o clube poderá arcar com o pagamento de salários de funcionários e conquistar novos patrocinadores.

Ainda de acordo com a decisão, foi determinada a penhora do estádio do Canindé como forma de garantia do pagamento da dívida trabalhista.

Os pagamentos serão realizados em todo dia 20 de cada mês. O acordo também define a transferência do valor de R$ 250 mil que está na Federação Paulista de Futebol para o Juízo Auxiliar à Execução, para liberação imediata aos credores.