Copa Paulista: Técnico analisa baixas na Portuguesa por Covid: ‘Importante é a saúde'

Lateral direito Jefferson Feijão e zagueiro Diego Sacomam foram avisados horas antes da partida que haviam sido infectados

por NETLUSA

São Paulo, SP, 16 (AFI) - Apesar do ótimo início na Copa Paulista, com três vitórias em três jogos e a classificação antecipada no Grupo 5, a Portuguesa vem sofrendo. O time teve seis baixas antes da goleada sobre o Nacional na quarta passada (11) e mais duas – Jefferson Feijão e Diego Sacomam – no triunfo sobre o Água Santa no último sábado.

“É muito difícil, muito triste. Primeiro, pelo lado humano e a preocupação com isso. Graças a Deus, todos estão bem. Vínhamos em um ritmo bom, com opções, com um controle de carga, treinamentos e a minutagem, dando uma rodagem. Mas, acaba voltando a estaca zero. Pois, pelo protocolo da Federação Paulista, não se pode realizar nenhuma atividade por 14 dias. Para um atleta profissional, é muito difícil, ainda mais com oito, dez… Contudo, deixo claro que o mais importante é eles estarem bem. As dificuldades aqui vamos lutando para superar, jogo a jogo”, destacou o técnico Fernando Marchiori.

Técnico analisa baixas na Lusa por Covid: ‘importante é estarem bem’ (Foto: Ronaldo Barreto/NETLUSA)
Técnico analisa baixas na Lusa por Covid: ‘importante é estarem bem’ (Foto: Ronaldo Barreto/NETLUSA)
FOCO TOTAL
Por isso, o treinador da Lusa ainda evitou fazer projeções sobre o confronto da quarta rodada, que será novamente contra o Água Santa. Marchiori quer esperar para projetar o duelo em Diadema nesta quarta-feira (18), às 15h.

“Dependemos agora do teste de Covid. Não dá para falar (sobre o próximo jogo). Vai ser um conjunto da obra, temos que sentir o atleta no dia a dia e analisar o preparo físico, porque não teremos mais intervalo daqui para frente. Vamos colocar sempre quem estiver em melhor condição para o jogo”, concluiu o comandante da Portuguesa.