Multicampeão, técnico quebra recordes e vai fazendo história na Portuguesa

“Para mim, será um dos principais técnicos do futebol brasileiro. Acertei na escolha de um treinador fantástico", disse o presidente

por Grande Área

São Paulo, SP, 27 (AFI) - A Portuguesa continua a rotina de treinamentos visando a estreia na Copa Paulista no próximo 4 de novembro, diante do Guarani, em Campinas, em jogo válido pelo Grupo 5, que ainda tem Água Santa e Nacional.

Após realizar uma grande campanha na Série A2 do Campeonato Paulista, o técnico da Lusa, Fernando Marchiori já vai quebrando recordes. Conquistou a maior sequência invicta dos últimos nove anos. Foram nove jogos, duas vitórias e dois empates, ficando atrás apenas da famosa 'Barcelusa', que era comandada pelo técnico Jorginho.

Outras façanhas foram conquistadas por Fernando Marchiori, como a sequência de cinco jogos sem levar gols. Isso não acontecia desde 1973, quando a equipe era dirigida por Oto Glória.

Após cinco temporadas, a Portuguesa voltou a se classificar ao mata-mata do estadual. Foram 12 jogos e sete vitórias, aproveitamento de 61%. É o melhor aproveitamento de um técnico no comando da Portuguesa na década.

RENOVAÇÃO DE CONTRATO DE 'ALEX FERGUSON'

Durante o estadual, Fernando Marchiori chegou a ter seu nome especulado em clubes que estão disputando a Série C do Brasileiro, mas deu preferência no projeto do presidente do clube, Antônio Carlos Castanheira, que também bancou o treinador e deu um recado para torcida,

“Para mim, será um dos principais técnicos do futebol brasileiro. Acertei na escolha de um treinador fantástico, com um conhecimento técnico fabuloso, um grau de envolvimento com a Portuguesa que me emocionou.

Ele trabalha fora das quatro linhas junto de toda diretoria e comissão. Além disso, é um estudioso do futebol. O trabalho foi bem feito e não se pode jogar no lixo. Estará comigo até o final da minha gestão, só sai se ele quiser. Será o meu Alex Ferguson”, declarou o presidente da Lusa.

O treinador vem de uma grande campanha na Lusa, chegando a uma série de novo jogos de invencibilidade com sete vitórias e dois empates. Agora, o grande objetivo é a Copa Paulista, em que a Portuguesa briga pelo título. Visando o futuro, o treinador já foi chamado para uma conversa para renovação de seu contrato, pois tem vínculo até dezembro.

CARREIRA VITORIOSA

O jovem treinador Fernando Marchiori foi formado na Portuguesa como atleta de futebol, jogou em vários clubes brasileiros e na Espanha. Com seis anos como treinador, tem a grande marca de seis títulos, ou seja, um título por temporada.

Começou sua carreira em 2013 como auxiliar técnico no Luverdense-MT e conquistou acesso para Série B do Brasileiro.

Mas foi em 2014, no Cuiabá-MT, onde fez história. Em seu primeiro ano, conquistou o titulo inédito da Copa Verde de 2015 e a grande façanha de ser o primeiro time mato-grossense a disputar uma competição internacional, já que o titulo garantiu vaga na Copa Sul-Americana. Também conquistou o estadual em 2015.

MELHOR TÉCNICO DA HISTÓRIA DO MARINGÁ-PR

A campanha para definir a seleção de todos os tempos dos quase 10 anos de existência do Tricolor foi realizada em duas etapas. Na primeira, a imprensa foi chamada para escolher os dois melhores de cada posição. Na segunda parte, foi a vez de o torcedor definir o vencedor, por meio de uma votação no Instagram oficial do clube. Ao todo, a campanha contou com mais de 6,6 mil votos.

Marchiori é o técnico que mais conquistou títulos comandando o clube paranaense, com três taças ao longo de duas passagens. Na primeira delas, de agosto a dezembro de 2015, foi campeão invicto da Taça FPF, com 77% de aproveitamento, o que levou o time a garantir vaga na Série D do Campeonato Brasileiro de 2016.

Em agosto de 2016, o treinador retornou ao Maringá e conquistou mais duas taças. Em 2017, venceu a Segunda Divisão Paranaense, colocando o time na elite do Estadual, e foi bicampeão da Taça FPF, garantindo, mais uma vez, a vaga na Série D do Brasileiro.

Em 2018, seu último ano à frente do Tricolor, ficou em quinto lugar na elite do Campeonato Paranaense e classificou a equipe pela primeira vez na história para a segunda fase da Série D.

Ao todo, Marchiori comandou o Maringá em 61 jogos e teve mais de 65% de aproveitamento (35 vitórias, 14 empates e 12 derrotas).

TÍTULO NO SANTO ANDRÉ

Em seu primeiro trabalho em São Paulo, o treinador foi convidado para comandar o Santo André na Série A2 do Campeonato Paulista em 2019. E não deu outra: foi campeão e levou o Ramalhão de volta à elite, chegando ao seu sexto título em sua carreira vitoriosa.