Paulista A2: Insatisfeita, Portuguesa estuda quebrar com marca de material esportivo

Elogiada nas arquibancadas, camisa de 2020 ainda não pode ser comprada pela torcida

por NETLUSA

São Paulo, SP, 26 (AFI) - Depois de criticar a fornecedora de material esportivo nas redes sociais, a Portuguesa estuda romper seu contrato com Icone Sports. Segundo informações do programa Toca do Leão, a Rubro-Verde já estaria buscando outras empresas para fabricar seu uniforme.

A principal crítica, tanto por parte da diretoria quanto da torcida, é o atraso na distribuição de camisetas.

Portuguesa estuda quebrar contrato com a Icone Sports (Foto: Cristiano Fukuyama/Portuguesa)
Portuguesa estuda quebrar contrato com a Icone Sports (Foto: Cristiano Fukuyama/Portuguesa)
Pois, mesmo com o mês de abril se aproximando, ainda não é possível encontrar o modelo de 2020 nas lojas. Vale destacar que o atual modelo foi elogiado por grande parte da torcida, que teria interesse em adquirir a peça.

Ainda segundo o programa divulgado na última quarta-feira pela Portuguesa, o contrato com a Icone vai até o final de 2021. No entanto, existe uma cláusula que ele pode ser quebrado sem multa se outra empresa grande nacional ou internacional vier atrás.