Copa Paulista: Técnico da Portuguesa se diz "envergonhado" com virtual eliminação

A derrota para o Ituano complica a Lusa da competição e o técnico Alan Aal não escondeu sua decepção com o acontecido

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 17 (AFI) - Alan Aal, treinador da Portuguesa, não escondeu o sentimento de frustração após a derrota por 2 a 1 para o Ituano no último domingo, que deixa a equipe da capital em situação muito delicada na Copa Paulista. O treinador afirmou que está chateado e se desculpou com os torcedores, em entrevista coletiva.

“A gente fica envergonhado chateado, frustrado. A gente pode questionar questões técnicas, mas de entrega não faltou de nenhum dos jogadores. Apesar das dificuldades, são atletas que se dispuseram a vir e fazer o melhor. So temos que pedir desculpas ao torcedor”, afirmou.

O resultado reverso de 2 a 1 para o Ituano no estádio Novelli Júnior, em Itu, também incomodou o treinador. Para Alan Aal, o placar não foi merecido.

“Num todo não merecíamos a derrota e nem o empate. Tivemos um volume de jogo, controlamos a partida, mas acabamos nos desestabilizando um pouco nos momentos cruciais. Desatenção que custou caro”, afirmou.

“Tivemos 10 ou 12 finalizações, o Ituano, quatro, e eles saíram com a vitória. É um momento difícil. Precisamos ter equilíbrio dentro de campo. Faltou concretizar em gols as oportunidades que tivemos. Faltou o último passe, acreditar naquela bola”, continuou Aal.

Com a derrota, a Portuguesa caiu para a quinta colocação, com 15 pontos. O problema é que a Lusa tem apenas mais um jogo pela frente na atual fase da Copa Paulista, enquanto seus rivais na briga pela classificação ainda realizarão mais duas partidas cada, deixando uma classificação da Portuguesa como algo improvável.

“Tem que acreditar até o fim. Enquanto tiver 1% de chances, tem que acreditar. Até mesmo porque falar que depende só da gente envolve um contexto difícil extracampo. A gente não depende só da gente faz tempo”, afirmou.

 
 
" />