Série B: Afundada na crise, Portuguesa afasta Dinelson, Alemão e mais 12 jogadores do elenco

A princípio, afastados irão treinar separadamente do restante do elenco comandado pelo técnico Vágner Benazzi

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 16 (AFI) – Nada é tão ruim que não possa piorar. Cada vez mais próxima do rebaixamento no Campeonato Brasileiro da Série B, a Portuguesa decidiu fazer uma “faxina” no elenco. Embora não confirme oficialmente, a Lusa afastou nada menos que 12 jogadores do elenco profissional a um dia de encarar a Ponte Preta, nesta sexta-feira, no Canindé, pela 30ª rodada.

Dinélson, ex-Guarani e Corinthians, está entre os afastados da Lusa
Dinélson, ex-Guarani e Corinthians, está entre os afastados da Lusa

Entre os nomes da lista, estão os zagueiros Brinner e Rafael Perez, os volantes Bruno Pinãtares e Diego Silva, Jocinei e Allan Dias, os meias Dinélson, Djalma e Fran, atacantes Pedro Oldoni, Weverton e Alemão. De todos, apenas Jocinei, Allan Dias e Alemão vinham sendo mais utilizados.

De acordo com as informações preliminares, os jogadores em questão não irão rescindir contrato. A princípio, eles irão treinar separadamente do restante do elenco comandado pelo técnico Vágner Benazzi. Quando o time principal treinar no Canindé, o grupo dos excluídos ficará no CT e vice-versa.

Os motivos para o afastamento dos jogadores são variados. Dois dos mais experientes do elenco, Brinner e Alemão teriam recebido a punição por conta de um ato de indisciplina. Há quem diga dentro do clube que ambos teriam forçado terceiro cartão amarelo na derrota para o Atlético-GO, por 2 a 1, pela 26ª rodada.

O expediente é parecido ao adotado pelo Botafogo, que dispensou os laterais Edilson e Júlio César, o zagueiro Bolívar e o atacante Emerson Sheik no Brasileirão. Coincidentemente, os dois clubes tradicionais vivem profunda crise financeiras e tem sofrido para honrarem seus compromissos.

Alemão, ex-Santos, se irritou com afastamento na Portuguesa
Alemão, ex-Santos, se irritou com afastamento na Portuguesa

É MENTIRA?
O fato, contudo, foi negado veemente por Alemão, que curiosamente ainda tem vínculo com a Ponte Preta, adversário desta sexta.

“Não sei explicar (o motivo da minha saída). Não tem critério algum”, disparou ao Portal da Band. “Mas estou com a minha consciência tranquila, porque a minha parte eu tentei fazer. Sei que fiquei devendo, assim como muitos outros”, completou.

Já o zagueiro Brinner negou inclusive que tivesse sido afastado. segundo ele, não está jogando por opção do treinador. "Eu estou bem, treinando normalmente, inclusive hoje (quinta-feira) teve treino. Estou à disposição do treinador para quando ele precisar de mim. É ele quem decide", comentou.

Em meio a este ambiente conturbado, a Lusa tenta evitar a trágica queda para a Série C. E, para isso, precisa de um milagre. Segundo os matemáticos, o time, que é lanterna com 21 pontos, tem mais 99% de chances de cair. Nas últimas nove rodadas, precisaria de cerca de 25 pontos para atingir a “nota de corte” na luta contra o rebaixamento.

 
 
" />