Vadão erra feio e fala em areia movediça e encruzilhada na Lusa

Técnico escalou três zagueiros e chamou Bragantino para cima

por Agência Futebol Interior

Bragança Paulista, SP, 24 (AFI) – O péssimo futebol mostrado pela Portuguesa na derrota para o bragantino, por 2 a 0, nesta sexta-feira à noite, gerou um clima de crise nos vestiários do Estádio Nabi Abi Chedid. Vadão pode ser demitido neste sábado. Émerson leão, ex-Goiás, e SérgioSoares, ex-Santo andré, são os nomes mais cotados. Além de Vágner Benazzi, que tem forte ligação com o clube.

O técnico Vadão disse que não estava desanimado, mas chateado com a derrota e foi além em suas afirmações:

"É duro quando um time entra num caminho tortuoso e trava. Isso aconteceu, agora, com o Atlético Mineiro. Entramos numa encruzilhada, numa areia movediça. Não estou desanimado, mas chateado. E não acho que faltou vontade, mas faltou a vibração, tão necessária para quem quer subir na Série B. Alguma coisa tem que ser feita. Mas não sei ainda o que fazer", explicou com sorriso amarelo.

Escalação errada
O técnico só não explicou porque escalou o time com três zagueiros e chamou para cima o time do Bragantino, que marcou seus gols e mereceu a vitória. Além disso, não explicou o fraco desespenho físco do time, que só os dirigentes ainda não viram.

Para Vadão, “perder faz falta, mas não da maneira como aconteceu”. Ele lembrou a derrota para o Náutico, onde o time, mesmo com um jogador a menos, foi guerreiro. “Naquele jogo, na reza eu cumprimentei a todos”, completou.

A derrota deixou a Lusa com 34 pontos, caindo uma posição. Agora é oitavo colocado. Na próxima terça-feira vai enfrentar o América Mineiro, em Sete Lagoas-MG, na região metropolitana de Belo Horizonte, pela 25.ª rodada.