Que coisa! Portuguesa garante técnico mesmo com sequência negativa

O time paulista não sabe o que é vitória há sete jogos

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 08 (AFI) – Dona da maior folha salarial do Campeonato Brasileiro da Série B e contando com muitos jogadores de nomes, a Portuguesa vem em queda livre e já não sabe o que é vitória há sete jogos. Mesmo assim, o técnico Oswaldo Alvarez, o Vadão, está garantido no cargo para a sequência da temporada.

O mais estranho é que parece existir uma cumplicidade muito grande entre diretoria e comissão técnica. Um relacionamento que se confunde com teimosia e que pode deixar o time mais um ano de fora da elite do futebol brasileiro.

O presidente da Lusa, Manuel da Lupa, revelou que não está contente com os últimos resultados, mas a culpa não é do treinador. Segundo ele, Vadão não está conseguindo ter uma sequência com o mesmo time, pois muitos estão em tratamento no Departamento Médico, mas crê em dias melhores.

"Vadão está mantido no cargo. Não estamos satisfeitos com os últimos resultados, mas a culpa não é dele. Não estamos conseguindo montar o mesmo time em todos os jogos devido aos problemas pro contusão. Mas na próxima partida muitos jogadores já estarão liberados e esperamos conquistar a vitória", afirmou o presidente ao Portal Futebol Interior.

Cinco derrotas...
Uma das sérias candidatas ao acesso, principalmente por contar com os experientes Athirson e Dodô, além dos habilidosos Marco Antônio e Heverton, a Portuguesa vem de cinco derrotas e dois empates nas última sete rodadas, conquistando apenas dois pontos em 21 disputados.

A Lusa vai em busca da reabilitação no próxima sábado e o adversário será nada mais nada menos que o líder Figueirense, no Estádio Canindé, pela 21ª rodada. Com 28 pontos, o time lusitano se encontra na nona colocação e a diferença para o Bahia, primeiro do G4, é de seis pontos.

Mercado da Bola
Portuguesa-SP
Elenco ainda não definido
  • Goleiros

    Dida, Rafael Pascoal, Enzo, Murilo Prates;

  • Laterais

    Hudson, Igor, Gustavo Gomes, Léo Pereira, Vinicius Pedalada e Vinicius Silva;

  • Zagueiros

    Léo Fioravanti, Gustavo Japa, Patrick, Guilherme Garutti, Gegê, Motta, Cesinha, João Lucas, Bruno Maia;

  • Meias

    Gerley, Matheus Marques, Roger Gaúcho, Bruno Mota e Adilson Bahia, Jonatas Paulista, Léo Guanaes, Rafael Toledo, Kaio Henrique e Caique;

  • Atacantes

    Matheusão, João Gurgel, Rodrigo Vilares, Davi Inácio, Luiz Thiago, Matheus Bike, Naná, Félix, Maicone, Jorge Eduardo e Lúcio Flávio;

  • Técnico

    Fernando Marchiori