Paulista A3: Autor de belos gols, Caio comanda a campanha do Desportivo Brasil

Oriundo da base do Guarani, ele chegou a jogar no Grêmio Barueri e Internacional, antes de se destacar pelo Palmeiras em 2007

por Federação Paulista (FPF)

Porto Feliz, SP, 12 (AFI) - O Desportivo Brasil faz grande campanha no Paulistão A3. Um dos destaques do time de Porto Feliz é o meia-atacante Caio, que chegou até a marcar um gol olímpico na atual edição. Com três tentos no certame, o jogador começa a reescrever a sua história no futebol paulista com sucesso após longo período no exterior.

Oriundo da base do Guarani, Caio chegou a jogar no Grêmio Barueri e Internacional, antes de se destacar pelo Palmeiras em 2007. Na oportunidade, atuou em 28 partidas, tendo marcado nove gols. Do time de Palestra Itália, foi contratado pelo Frankfurt (ALE), onde ficou por quatro temporadas. Além da Alemanha, também jogou na Suíça e em Israel.

"Foi uma experiência muito boa. Fui bem cedo para a Alemanha, aos 21 anos e, no começo, achei muito difícil por causa da língua, já que não falava nem alemão, nem o inglês, mas ao passar do tempo fui aprendendo e consegui me adaptar bem. Em Israel, gostei muito de morar, já que é um país bem seguro, com um povo bem receptivo”, revelou Caio.

Natural de Mirandópolis, no interior de São Paulo, Caio revelou a sua maior realização ao longo de sua carreira.

“Sempre tive apoio dos meus pais, somos uma família humilde mas graças a Deus nunca faltou nada dentro de casa. Meu pai e minha mãe sempre trabalharam e consegui realizar um sonho de comprar uma casa pra ele”, disse.

GOLS OLÍMPICOS
Ao longo de sua trajetória, Caio ficou marcado por bonitos gols. Exemplo disso foi o gol olímpico marcado pelo camisa 10 na partida diante do Batatais pela estreia do Paulistão A3.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
“Sempre bato o escanteio fechado ali na primeira trave, como treinamos, e felizmente dessa vez ela entrou direto. Eu já tinha feito um gol olímpico contra o Santos em 2007, jogando pelo Palmeiras", relembrou o tento marcado no empate contra o Santos, o de número 500 do Palmeiras no "Clássico da Saudade".

Por fim, o meia, autor de três gols na atual edição do Paulistão A3, analisa a expectativa para a temporada.

“É a melhor possível. Acho que a gente vem trabalhando bem desde novembro, temos uma boa equipe, uma ótima estrutura, que nos dá todo apoio para fazermos bem o nosso papel dentro de campo”, garantiu.

Letícia Denadai*, especial para o site da FPF

Mercado da Bola
Desportivo Brasil-SP
Elenco ainda não definido
  • Goleiros

    Leonardo Lobo e Leandro Santos

  • Laterais

    Alex Barros

  • Zagueiros

    Guilherme Madruga, Edson Miranda, Jorge Miguel e João Victor

  • Volantes

    Nathan Índio, Djair Veiga, Bruno Luka e Léo Cabloco

  • Meias

    Victor Andrade, Bruno Gabriel e Moisés Mendes

  • Atacantes

    Marcelo Campanholo, Lynneeker Nakamuta, Caio César e Wytallo Thiago

  • Técnico

    Elio Sizenando