Fora do dérbi, Fábio Moreno fala em "buscar a vitória" e vê "campeonato em aberto"

Macaca estacionou na terceira colocação, com dez pontos, a dois da Ferroviária, vice-líder

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 03 (AFI) - A Ponte Preta não só foi derrotada pelo Ituano, por 2 a 1, em Itu, como ainda ganhou dois desfalques para o dérbi contra o Guarani na próxima quarta-feira, às 21 horas, no Moisés Lucarelli, em Campinas, em partida atrasada pela sexta rodada do Campeonato Paulista. O lateral-esquerdo Yuri foi expulso no domingo, assim como o técnico Fábio Moreno.

"Eu tenho um retrospecto favorável contra o nosso rival (Guarani), mas independente disso, se fosse outro adversário, a gente pensaria igual, na vitória, porque nos incomoda bastante a situação que a gente está, de seguidos resultados negativos.

Independente do resultado, a gente precisa buscar a vitória de qualquer jeito, principalmente jogando em casa. Ainda está o campeonato em aberto, a gente ainda tem condições de classificar, então a gente precisa continuar acreditando", analisou o treinador.

Fábio Moreno será desfalque no dérbi. (Foto: Álvaro Jr/ PontePress)
Fábio Moreno será desfalque no dérbi. (Foto: Álvaro Jr/ PontePress)
OPÇÕES!

Para a vaga na lateral esquerda, Jean Carlos pode assumir a posição, mas o recém-chegado Felipe Albuquerque também tem chances, uma vez que já vem atuando pelo lado esquerdo do campo.

"O Jean Carlos está retornando de um tempo que estava fora por conta de lesão. A gente tem uma solução com o Felipe (Albuquerque), que pode fazer os dois lados, então é uma das alternativas. Podemos colocar um zagueiro, como foi hoje no transcorrer do jogo e no jogo passado. A gente vai pensar com calma o que é melhor para a Ponte Preta, para a gente enfrentar o nosso rival, e finalmente sair com os três pontos, que é isso que a gente está pensando", ponderou Moreno.

ATENÇÃO!

Ainda ameaçada pelo rebaixamento, a Ponte Preta, ao cair diante do Ituano, perdeu a chance de dormir na vice-liderança do Grupo B e estacionou na terceira colocação, com dez pontos, a dois da Ferroviária, vice-líder.

"Não é falta de alerta. Os jogadores entram sabendo daquilo que precisam fazer, eles mesmos se cobram, entram na partida querendo buscar o resultado logo no começo. E é um pouquinho de vacilo, um pouquinho de espaço que a gente dá ao nosso adversário, a gente está sendo punido com um gol logo no começo. Já tem alguns jogos que a primeira bola do adversário entra, então isso tem que ser corrigido o mais breve possível", finalizou.