Copa do Brasil: Ponte Preta defende longo tabu contra o Criciúma

A última derrota da Macaca para o Tigre foi pelo Campeonato Brasileiro de 2004

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 05 (AFI) - Na próxima quinta-feira, Criciúma e Ponte Preta se enfrentam no Estádio Heriberto Hülse, pela segunda fase da Copa do Brasil. Para avançar sem os pênaltis, o Tigre tem algumas marcas para serem quebradas.

O Criciúma não sabe o que é vencer a Ponte Preta há 17 anos. A última vez que isso aconteceu foi no Campeonato Brasileiro de 2004, quando ganhou por 3 a 1. Depois disso, os times se enfrentam 15 vezes, com dez vitórias da Macaca e cinco empates.

Ponte Preta leva ampla vantagem sobre o Criciúma (Foto: Ponte Press)
Ponte Preta leva ampla vantagem sobre o Criciúma (Foto: Ponte Press)

No retrospecto geral, a Ponte Preta leva ampla vantagem sobre o Criciúma: são 11 vitórias contra apenas duas, além de seis empates.

Não bastasse tudo isso, o Criciúma tenta evitar a maior sequência de jogos sem vitória da sua história. O time carvoeiro já igualou a marca das temporadas de 88/99, quando ficou 17 partidas sem ganhar.

A última vitória tricolor foi há 176 partidas, quando ganhou do Londrina por 1 a 0, no dia 11 de outubro de 2020, pela Série C do Brasileiro.

SÃO PAULO - CONFIRMA EX-TÉCNICO DA PONTE COMO COORDENADOR