Ponte Preta sonda volante Felipe Bastos, ex-Corinthians e Vasco

Fellipe Bastos vestiu a camisa da Macaca em 2013, quando foi vice-campeão da Sul-Americana

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 17 (AFI) – Com dificuldades para contratar, a Ponte Preta pode recorrer a um velho conhecido da torcida para reforçar o setor de meio-campo. Isso porque nas últimas semanas o clube sondou a situação do volante Fellipe Bastos (foto abaixo), que jogou pela Macaca em 2013 e está sem clube.

Bastos está sem clube desde dezembro de 2020, quando acabou se desentendendo com o técnico português Sá Pinto e acabou rescindindo amigavelmente com o Vasco. Desde então o jogador está no mercado, embora tenha recebido diversos contatos de clubes, entre eles o time campineiro.

GUTO FERREIRA CELEBRA RENOVAÇÃO COM CEARÁ

SEDUZIR REDUÇÃO
Como os valores são altos, a ideia dos dirigentes da Ponte Preta é tentar ‘seduzir’ Fellipe Bastos com um projeto pelo acesso na Série B deste ano, além de o clube ter a favor o fato da torcida aprovar o seu nome, já cogitado em outros anos.

Evidente que mesmo com uma possível redução salarial, o volante chegaria com uma das maiores cifras do elenco e certamente para ser titular no meio-campo – setor ainda carente e que preocupa inclusive a comissão técnica.

Macaca sondou a situação do volante, sem clube desde dezembro de 2020
Macaca sondou a situação do volante, sem clube desde dezembro de 2020

GRANDES CLUBES

Fellipe Bastos tem 31 anos e coleciona passagem por grandes times do Brasil, como Vasco, Grêmio e Corinthians. O volante também atuou pelo Benfica, em Portugal, além de Servette, da Suiça, e Al Ain e Baniyas, ambos dos Emirados Árabes.

Em 2013, o volante esteve no elenco da Ponte que foi vice-campeão da Copa Sul-Americana - perdeu para o Lanús, da Argentina, na decisão.

Em meio às negociações, a Ponte Preta está em Itu, onde realiza pré-temporada. A Macaca estreia no Paulistão no dia 27 de fevereiro, contra o Novorizontino, às 19 horas, em Novo Horizonte. O time campineiro está no Grupo B, ao lado de Ferroviária, São Bento e São Paulo.