Tribunal cassa 'liminar política' e devolve direitos de ex-dirigentes da Ponte Preta

Desembargador rasga elogios pelos relevantes serviços prestados pelos ex-presidentes Sérgio Carnielli e Vanderlei Pereira

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 20 (AFI) - No início da noite dessa quarta-feira o desembargador COSTA NETTO, da 6.ª Câmara de Direito Privado do TJSP (Tribunal de Justiça de São Paulo) revogou a decisão liminar que havia sido proferida pelo juiz Maurício Simões de Almeida Botelho Silva, da 10ª Vara Cível de Campinas.

Em meados de novembro, o juiz havia determinado (por uma medida liminar) o afastamento dos conselheiros natos e ex-presidentes do clube, Sérgio Carnielli e Vanderlei Pereira, dos cargos e funções que ocupam na Ponte Preta, mais notadamente no Conselho Deliberativo.

A ação foi proposta pelo membro do conselho consultivo da Ponte Preta: o garçom Marcelo Bertho, divorciado, membro do conselho consultivo e morador no Parque Jambeiro, em Campinas.

Sérgio Carnielli: Presidente de Honra pensa em futuro da Macaca
Sérgio Carnielli: Presidente de Honra pensa em futuro da Macaca

AÇÃO DE CARÁTER POLÍTICO
A ação proposta pelo conselheiro, cuja motivação tem característica política, visava afastar os ex-presidentes Sérgio Carnielli e Vanderlei Pereira de suas funções no clube. O estranho é que eles, empresários respeitados na cidade, não ocupam mais nenhum cargo há bastante tempo.

O fato do ex-presidente Sérgio Carnielli ter recebido o título de ‘Presidente de Honra’, por seus relevantes serviços prestados ao clube ao longo de sua história, não o habilita a tomada de decisões na condução da Ponte Preta.

ELOGIOS AOS EX-PRESIDENTES
O desembargador em sua decisão não só determinou que os ex-presidentes Sérgio Carnielli e Vanderlei Pereira possam participar das reuniões do Conselho Deliberativo, como também fez longo reconhecimento e destaque à capacidade de ambos na administração e gerenciamento do clube. Mesmo porque eles exerceram funções executivas por muitos anos.

A decisão reconhece também que o fato deles serem credores da Ponte Preta não constitui razão suficiente para promover o afastamento do ex-presidentes das reuniões do Conselho Deliberativo.

Arena da Ponte Preta: auto-suficiência para o clube
Arena da Ponte Preta: auto-suficiência para o clube

PROJETO AMBICIOSO
A grande discussão é o fato de que o ex-presidente Sérgio Carnielli vem conduzindo, com bastante empenho e profissionalismo, o processo de construção da Arena Multiuso da Macaca, o que tem de forma estranha, irritado alguns conselheiros.

A Arena da Macaca pode ser, no futuro, a saída de independência econômica do clube como já aconteceu, por exemplo, com o Allianz Arena, do Palmeiras.

Mas a Justiça restabeleceu a ordem e a verdade permitindo que os ex-presidentes participem de todas as reuniões do Conselho Deliberativo, bem como continuem a colaborar com a suas reconhecidas capacidades.