Fabinho Moreno reconhece volume do Guarani, mas diz que Ponte merecia a vitória

O treinador alvinegro lamentou as chances desperdiçadas por Bruno Rodrigues e João Veras no segundo tempo

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 05 (AFI) - Fabinho Moreno reconheceu o volume de jogo apresentado pelo Guarani ao longo do dérbi 198 realizado na noite desta terça-feira. Mas para o treinador pontepretano, a Macaca é quem merecia ter saído do Brinco de Ouro da Princesa com a vitória.

O comandante lamentou as chances desperdiçadas por Bruno Rodrigues e João Veras no segundo tempo, quando a partida estava empatada por 1 a 1. E foram os erros de finalizações de ambos os lados que fizeram o dérbi válido pela 33ª rodada da Série B terminar sem vencedor.

"Eu acho que se tivesse que ter um vencedor seria a Ponte Preta. Apesar do volume e da quantidade de finalizações que o Guarani teve, a Ponte foi quem teve os mais perigosos. Tivemos as bolas do jogo e não fomos felizes na finalização", afirmou o treinador.

VEJA OS GOLS DE GUARANI 1 X 1 PONTE PRETA

AS SUBSTITUIÇÕES
Questionado na entrevista coletiva sobre as saídas do lateral-direito Apodi e do meia Camilo, dois dos principais jogadores do time no campeonato, Fabinho Moreno disse que as mudanças aconteceram por questões físicas.

"O Apodi pediu para sair porque já estava desgastado. Dentro da nossa estratégia ele ficou sobrecarregado, marcando dois jogadores.

O Camilo também é um jogador que se desgastou bastante, sentiu um pouco do ritmo e isso é normal. Não tem nada a ver com o erro ou não", comentou o treinador.

Fabinho Moreno acredita que a Ponte merecia vencer (Foto: Álvaro Júnior/Ponte Press)
Fabinho Moreno acredita que a Ponte merecia vencer (Foto: Álvaro Júnior/Ponte Press)

ERRO NO GOL

Camilo foi o responsável pelo passe errado que originou o gol de empate do Guarani.

Após uma bola rebatida pela zaga pontepretana, o camisa 10 tocou nas costas de Bruno Rodrigues e mandou nos pés de Matheus Ludke, que passou por Barreto e acertou um bonito chute.

JOGO A JOGO
O empate no dérbi deixa a situação da Ponte Preta bastante complicada em relação ao acesso. Com 47 pontos e na sétima colocação, a Macaca pode ver a diferença para o G4 ficar em sete no encerramento da 33ª rodada da Série B.

"Não fico pensando muito (nas chances de acesso). Procuro trabalhar com muita responsabilidade. Talvez há quatro jogos a Ponte era credenciada ao rebaixamento e hoje se fala em acesso novamente. A gente pensa jogo a jogo e nosso foco agora é no Cuiabá", finalizou Moreno.

A Macaca volta a campo na próxima segunda-feira, contra o Cuiabá, no Estádio Moisés Lucarelli.