Série B: Após tropeço em casa, técnico da Ponte praticamente joga a toalha

O empate com o Cuiabá, por 2 a 2, na última segunda-feira, deixou a Macaca em situação delicada na luta pelo G4

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 12 (AFI) - A matemática diz que a Ponte Preta ainda tem chance de conquistar o acesso à elite do Campeonato Brasileiro, mas seria necessário um milagre para isso acontecer. O discurso de Fábio Moreno após o empate com o Cuiabá reflete bem isso.

A partida da última segunda-feira era uma das últimas chances da Macaca para entrar de vez na briga por uma vaga no G4, mas o empate por 2 a 2 em pleno Majestoso deixou a situação complicada. A diferença para o quarto colocado pode ficar em sete pontos no encerramento da 34ª rodada.

Empate com o Cuiabá praticamente acabou com as chances da Ponte (Foto: Álvaro Júnior/Ponte Press)
Empate com o Cuiabá praticamente acabou com as chances da Ponte (Foto: Álvaro Júnior/Ponte Press)
"Procuro falar sempre que não penso no acesso. São muitos concorrentes, a gente deixou de somar pontos importantes, é difícil reverter esse quadro faltando poucas partidas", disse Fábio Moreno, que ainda completou:

"A gente sai descontente pelo resultado, mas, independentemente da sequência da tabela, a gente tem uma competição com nós mesmos, de caráter dos jogadores, de não baixar a cabeça, mesmo que o campeonato mostre que o acesso está cada vez mais difícil"
.

COMO ESTÁ
Na sétima colocação, com 48 pontos, a Ponte Preta está a quatro de CSA e Juventude - quarto e quinto colocados, respectivamente -, que ainda entram em campo pela 34ª rodada.

A Macaca volta a campo no domingo, quando recebe o desesperado Náutico, às 16 horas, no Estádio Moisés Lucarelli. Depois, faltarão apenas mais três partidas.