Barcelona tem goleiro da Ponte como opção para substituir brasileiro

Ivan tem contrato com a Macaca até abril de 2023 e a multa rescisória gira em torno de R$ 20 milhões

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 03 (AFI) - Diante da possibilidade de negociar Neto no final da temporada, o Barcelona-ESP vem analisando alguns nomes para substituir o reserva de Ter Stegen. E uma das opções é outro goleiro brasileiro.

De acordo com o diário catalão Sport, um dos nomes que os dirigentes Eric Abidal e Ramon Planes têm em cima da base é o de Ivan, titular absoluto da Ponte Preta e também da Seleção Olímpica.

"O Barcelona, que tem boas informações dos seus scouts, já entrou em contato com pessoas ligadas ao jogador para saber informações em primeira mão sobre sondagens e ofertas que ele tem sobre a mesa (uma delas do Milan-ITA) e saber as intenções do considerado o melhor goleiro brasileiro da sua geração", escreveu o diário catalão.

Ivan é uma das opções do Barcelona (Foto: Álvaro Jr/Ponte Press)
Ivan é uma das opções do Barcelona (Foto: Álvaro Jr/Ponte Press)
A matéria descreve Ivan como "um goleiro de envergadura, muito ágil e rápido nos reflexos, que se destaca por suas espetaculares defesas, por sua efetividade nas ações de um contra um e por ser um especialista em pênaltis".

EM ALTA!
O Barcelona-ESP não é o primeiro clube europeu a demonstrar interesse em sua contratação. Times de Portugal e da Espanha já teriam feito propostas oficiais por Ivan, mas não agradaram a Ponte Preta. No Brasil, o goleiro recebeu sondagens de Corinthians, Palmeiras e Flamengo.

O goleiro de 23 anos tem contrato com a Macaca até abril de 2023 e o clube não confirma qual o valor da multa rescisória, mas ela gira em torno de R$ 20 milhões. A diretoria não descarta negociá-lo em caso de uma boa proposta.

Revelado nas categorias de base da própria Ponte Preta, Ivan teve sua primeira oportunidade como profissional em 2016, mas só conseguiu se firmar mesmo a partir de 2018. Desde então, não perdeu mais o posto de titular.

As boas atuações com a camisa alvinegra - são mais de 100 partidas - fizeram Ivan virar titular da seleção olímpica, além de ser convocado por Tite na principal.