Após reviravolta no Paulista, Brigatti elogia elenco da Ponte: 'Resgate da confiança'

Macaca escapou do rebaixamento à segunda divisão e, de quebra, avançou ao mata-mata

por Lucas Rossafa

Campinas, SP, 27 (AFI) - A Ponte Preta conseguiu se reinventar no Campeonato Paulista e, de postulante ao rebaixamento, carimbou classificação às quartas de final ao Campeonato Paulista ao vencer o Mirassol por 1 a 0, no Estádio Primeiro de Maio, em São Bernardo do Campo.

Antes pressionado pelo alto risco de queda, o técnico João Brigatti elogiou o elenco alvinegro, que, mesmo desfalcado e com grande responsabilidade, deu a volta por cima nos dois últimos jogos após a pandemia

"Eu consegui resgatar uma confiança, na verdade, que estava totalmente perdida. Então eu acho que o nosso elenco está criando uma identidade. Isso é muito bonito e muito legal. Está todo mundo abraçado e agarrado no vestiário. Só assim a gente consegue as vitórias e reverte situações dentro do futebol", pontuou o comandante.

Brigatti elogia elenco da Ponte Preta após classificação - Álvaro Júnior / AA Ponte Preta
Brigatti elogia elenco da Ponte Preta após classificação

"Aqui é raça. Aqui é tradição. É uma instituição centenária, certo? Aqui a gente prega a vontade e a determinação. Nós lutamos e deixamos sangue dentro de campo para a nossa torcida. Eu acho que todos nós estamos de parabéns. A torcida está muito feliz, eu tenho certeza", emendou.

ESPECIALISTA?

Com fuga do rebaixamento, João Brigatti consegue feito pela segunda vez consecutiva no comando da Ponte Preta. Em 2018, ainda como interino, herdou vaga de Eduardo Baptista e empatou sem gols com a Ferroviária para garantir o time de Campinas na primeira divisão.

"Há uma diferença entre 2018 e 2020, quando lutamos contra a zona de rebaixamento. Até porque, naquela época, nós jogamos contra a Ferroviária e eu vim me atentar, na verdade, que a gente poderia ser rebaixado ao longo da partida. Então o nervosismo pegou muito, principalmente no segundo tempo. Naquele jogo, nós empatamos em 0 a 0 e conseguimos livrar a Ponte Preta. Agora o cenário é totalmente diferente", comparou.

"Eu sabia da dificuldade que a gente tinha pela frente. Era pegar um grupo que eu precisava resgatar. Essa pandemia aqui, infelizmente, eu acho que está sendo ruim para o mundo todo. Para nós, foi favorável para resgatarmos a moral do nosso elenco e passarmos a eles que tudo é possível. Era acreditar até o final", completou.

E AGORA?

Classificada às quartas de final, a Ponte Preta se prepara para enfrentar o Santos, ainda sem dia e horário definido pela Federação Paulista de Futebol (FPF), na Vila Belmiro, em jogo único.

O atacante Roger, artilheiro do time na temporada com seis gols, fica à disposição após cumprir dois jogos de suspensão.