Por fuga do rebaixamento, Ponte Preta tenta desafiar histórico recente no Paulistão

Até a pausa do torneio em março, Macaca amargava lanterna geral com apenas sete pontos

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 26 (AFI) - Para escapar do rebaixamento vexatório, a Ponte Preta precisa desafia os números recentes sob atual formato do Campeonato Paulista.

Com a nova metodologia em vigência, introduzida a partir de 2017 - 16 participantes em quatro grupos -, Macaca será obrigada a ultrapassar a marca dos dez pontos para evitar retorno à segunda divisão, algo inédito até então no século XXI.

Com sete pontos, Ponte Preta é a lanterna do Paulistão - Álvaro Júnior / AA Ponte Preta
Com sete pontos, Ponte Preta é a lanterna do Paulistão
Sob tal configuração, nenhum clube caiu com 11 tentos. Após dez rodadas disputadas na competição até a pausa em decorrência da pandemia do novo coronavírus, time campineiro somou sete - duas vitórias, um empate e seis derrotas - e amarga a lanterna geral.

Portanto, a Alvinegra precisa de, pelo menos, um triunfo e uma igualdade nos dois compromissos finais após a retomada do Estadual: Novorizontino (casa) e Mirassol (fora).

Vale ressaltar que, nas três últimas edições, todos os 'degolados' contabilizaram entre sete (São Bento em 2017) e dez pontos (São Bernardo em 2017 e Linense em 2018).