Ex-Guarani, atacante da Ponte Preta deixa 'pedido de desculpas' após quebrar quarentena

"Não foi a minha intenção. Fui ao culto, após cem dias, em um local que está aberto", escreveu Roger, em postagem nas redes sociais

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 30 (AFI) - A novela 'Roger quebrando a quarentena para ir a um culto evangélico' ganhou mais um capítulo na tarde desta terça-feira. Afinal de contas, o atacante foi às redes sociais para pedir desculpas à Ponte Preta e aos torcedores.

Para quem não conhece a história, o veterano estava em isolamento social, em Campinas, por ter um familiar próximo acometido pela covid-19 e não poderia participar de aglomerações, uma das grandes recomendações em tempos de pandemia.

Por estar em observação, o experiente avançado, inclusive, não poderá participar das primeiras atividades presenciais do elenco alvinegro no CT do Jardim Eulina, a partir desta quarta-feira, 1º de julho.

Roger
Roger

CONFIRA A POSTAGEM
Olá, Nação Pontepretana.

Quero deixar aqui o meu pedido de desculpas para as pessoas que se sentiram lesadas e feridas de alguma forma. Não foi a minha intenção. Fui ao culto, após cem dias, em um local que está aberto a receber público pela prefeitura, com todas as normas necessárias, dentro da lei e achei que não haveria nenhum tipo de problema.

Realizei dois testes que deram negativo e me senti apto para poder fazer minha oração, em um local que me faz bem e tem me ajudado a me tornar um homem melhor. Longe de mim querer quebrar algum protocolo. Fica meu pedido de desculpas, furar quarentena e expor a Ponte, clube que amo e respeito, jamais foi minha intenção.

Tudo que tenho feito ao longo desse meu retorno mostra que não é essa minha intenção. Fica aqui meu esclarecimento. Reitero e reforço meu pedido de desculpas ao nosso departamento médico, em especial ao doutor Roberto Nishimura e ao doutor Felipe Abreu.

Sigo trabalhando firme, para estar com o grupo, para fazermos um final de Paulista maravilhoso e um grande Brasileiro. Também agradeço às pessoas que entraram em contato comigo, preocupadas com a minha saúde e com a saúde da minha família. Podem ficar tranquilos, está tudo bem. Tenho certeza que esse momento confuso que o mundo está enfrentando vai passar e vamos novamente poder nos abraçar e comemorar muito juntos. Abraço amigos."