Com pandemia em alta, Ponte Preta segue sem previsão de votar as contas de 2019

De acordo com balando financeiro, Macaca registrou prejuízo na casa de R$ 11 milhões

por Lucas Rossafa

Campinas, SP, 25 (AFI) - O balanço financeiro da Ponte Preta de 2019, divulgado no último dia 30 de abril, segue sem data prevista para votação no Conselho Deliberativo.

Por conta da pandemia do coronavírus, assembleia não tem previsão para ser realizada no Estádio Moisés Lucarelli.

Ponte não tem previsão para votar balanço de 2019
Ponte não tem previsão para votar balanço de 2019
As contas foram aprovadas pelo Conselho Fiscal, no mês anterior, com déficit na casa de R$ 11 milhões.

A peça recebeu consentimento legal por unanimidade, porém com duas ressalvas: a extinta categoria sub 23 e a isenção dada pela gestão anterior à dívida de aluguéis do bar do Majestoso.

Entre os principais pontos do balanço estão também o aumento da dívida com o presidente de honra Sérgio Carnielli, Elenko Sports e o ex-presidente Vanderlei Pereira.

EM CAMPO

Dentro da quatro linhas, a diretoria executiva da Ponte Preta também não tem previsão para reinício dos treinamentos in loco.

Enquanto a pandemia cresce no país, a comissão técnica, ao lado dos profissionais da preparação física, tem feito as atividades em home office.