Paulistão: Ponte Preta segue tendência e reduz salários de atletas e funcionários

A medida vale para o elenco e funcionários e pode chegar até 25% do salário, máximo permitido por lei

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 04 (AFI) - Depois de seguir a tendência dos clubes da Série A e Série B do Campeonato Brasileiro e conceder férias coletivas aos atletas, a Ponte Preta anunciou neste sábado a redução de salários. A medida vale para o elenco e funcionários e pode chegar até 25%.

COMUNICADO OFICIAL

Em comunicado no site oficial, a Ponte Preta afirmou que seguiu a orientação da Comissão Nacional de Clubes (CNC) e que acionou seus departamentos (Recursos Humanos e Jurídico) para aplicar as medidas, orientando-os a "encontrar mecanismos que não prejudiquem aqueles de menores vencimentos."

Foto: PontePress/ÁlvaroJr
Foto: PontePress/ÁlvaroJr

As férias, que já haviam sido anunciadas, são válidas de 1º a 20 de abril, podendo ser prorrogadas, tanto para o profissional quanto para as categorias de base.

Entre os demais funcionários, continuam apenas os serviços essenciais, como segurança e portaria do estádio Moisés Lucarelli.

REUNIÃO COM CBF

O presidente do clube, Sebastião Arcanjo, o Tiãozinho, afirmou que a Ponte Preta estará presente na próxima terça-feira em uma reunião com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) com os outros clubes das duas principais divisões nacionais.

“Estamos avaliando todas as medidas governamentais que estão sendo tomadas em relação às relações trabalhistas, para que tudo seja feito de maneira transparente e embasada”, afirmou o dirigente.