Sem proposta oficial, dirigente da Ponte não descarta vender goleiro

Ivan tem contrato até 2023 e já recebeu propostas de Leganés-ESP e Famalicão-POR

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 23 (AFI) - O goleiro Ivan é um dos poucos jogadores - se não o único - que não vem sendo criticado pela torcida da Ponte Preta. Mas existe a possibilidade do camisa 1 ser negociado antes mesmo do fim da temporada.

Titular na seleção pré-olímpica e presente na última convocação de Tite para a principal, Ivan tem contrato com a Ponte Preta até 2023. A multa rescisória para o mercado interno e externo é mantida em sigilo.

Ivan pode ser negociado pela Ponte Preta (Foto: Álvaro Jr./Ponte Press)
Ivan pode ser negociado pela Ponte Preta (Foto: Álvaro Jr./Ponte Press)
Em entrevista à Rádio Central, de Campinas, o executivo de futebol Gustavo Bueno admite negociá-lo se aparecer uma boa proposta. No ano passado, Leganés-ESP e Famalicão-POR tiveram suas ofertas rejeitadas pela Macaca.

"O Ivan hoje é uma liderança no elenco, leva o nome da Ponte dentro da seleção e engrandece o clube. Existe a necessidade de venda de atletas, mas a diretoria pré-estabeleceu um valor para a venda. De forma oficial não apareceu nada. Se aparecer, a Ponte com certeza vai fazer essa operação", disse Bueno.

Hoje com 23 anos, Ivan foi revelado nas categorias de base da Macaca e subiu para o profissional em 2016. O goleiro é titula absoluto da Ponte Preta desde 2018. São mais de 100 jogos com a camisa alvinegra.