Em queda livre, Ponte Preta anuncia demissão de Gilson Kleina

A saída do treinador foi anunciada no início da noite desta terça-feira após uma reunião da diretoria

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 18 (AFI) - O péssimo futebol apresentado pela Ponte Preta em 2020 fez a diretoria anunciar no início da noite desta terça-feira a saída do técnico Gilson Kleina.

A saída do treinador era esperada desde que a Macaca perdeu para o Ituano, por 1 a 0, no Novelli Júnior, na última segunda, pela sexta rodada do Campeonato Paulista.

O martelo, porém, foi batido apenas após uma reunião entre os dirigentes. A pressão da torcida era grande para a saída de Gilson Kleina, principalmente pela qualidade do futebol apresentado até aqui.

Gilson Kleina foi demitido da Ponte Preta (Foto: Álvaro Jr/Ponte Press)
Gilson Kleina foi demitido da Ponte Preta (Foto: Álvaro Jr/Ponte Press)
"A diretoria decidiu pelo Gilson para o Paulista 2020, com contrato até abril e permanência para o Brasileiro condicionada ao desempenho no Paulistão, que infelizmente não estava sendo o que todos esperávamos.

"Por isso, optamos pela mudança neste momento. Agradecemos ao Gilson Kleina, que é um excelente profissional e tem história com a Ponte Preta, pelo empenho que teve frente ao time neste período", disse o presidente Sebastião Arcanjo.

NÚMEROS RUINS
Anunciado em agosto do ano passado, Gilson Kleina teve um aproveitamento de 37,2% em sua quarta passagem pelo Moisés Lucarelli. Em 26 jogos, foram sete vitórias, oito empates e 11 derrotas.

Kleina deixa a Macaca na vice-liderança do Grupo A, mas a apenas dois pontos da zona de rebaixamento. Em seis partidas, foram duas vitórias e quatro derrotas, sendo três seguidas.

QUEM VEM?

Agora, a diretoria trabalha em busca de um substituto para Gilson Kleina. Recém-demitido do Sport e com passagem vitoriosa pela Macaca, Guto Ferreira é o nome preferido dos torcedores.

Enquanto isso, quem assume o comando interino é o coordenador-técnico Fábio Moreno. No sábado, a Ponte Preta recebe a Ferroviária, no Moisés Lucarelli.