Com Roger e sem 'herois': Ponte Preta chega ao Dérbi com meta de fazer a trinca

Macaca tem a oportunidade de engatar o terceiro triunfo consecutivo em cima do Guarani na temporada

por Lucas Rossafa

Campinas, SP, 08 (AFI) - Já com acesso fora de cogitação e sem pressão por zona de rebaixamento, a Ponte Preta tem no Dérbi 195 uma 'questão de honra' para minimizar a crise no Majestoso e fechar a temporada com maior dignidade em meio às decepções recentes.

No reencontro com o Guarani, neste sábado, às 16h30, no Brinco de Ouro da Princesa, a Macaca conta com a volta de Roger, livre de suspensão. Poupado na rodada anterior, Renato Cajá também está garantido entre os titulares.

ESPERANÇA

O centroavante, artilheiro alvinegro no ano e nesta edição da Série B, com 12 gols, esteve ausente diante do São Bento, mas está confirmado, com força renovada, para o clássico.

Com a camisa da Alvinegra, o jogador disputou seis jogos frente o Bugre, sendo três de titular, mas jamais balançou as redes. No geral, soma uma vitória, três empates e duas derrotas.

Hoje no Fortaleza, Matheus Vargas decidiu o Dérbi 194 em agosto - Álvaro Júnior / Ponte Press
Hoje no Fortaleza, Matheus Vargas decidiu o Dérbi 194 em agosto

BATEU SAUDADE?

Curiosamente, o técnico Gilson Kleina não tem no elenco mais nenhum 'herói' das vitórias pontepretanas em dérbis na atual temporada.

Decisivos no triunfo por 3 a 0 em março, válido pelo Campeonato Paulista, no Moisés Lucarelli, Diego Renan (dispensado), Gérson Magrão (dispensado) e Thalles (falecido) estão fora.

No último embate, vencido por 1 a 0, em agosto, Matheus Vargas foi decisivo e fez a festa da torcida em casa. O meio-campista, entretanto, acertou transferência ao Fortaleza no início de setembro.

É PRA VIRAR!

Vencer o Guarani no neste final de semana significa fechar o ano com 100% de aproveitamento em cima do maior rival.

Além disso, e talvez o mais importante na visão da torcida, a Macaca ainda tem oportunidade de passar à frente no retrospecto do clássico disputado no Brinco de Ouro - por enquanto, são 17 vitórias para cada lado e 29 empates.

QUEM JOGA?

A principal dúvida de Gilson Kleina está no ataque: Vico ou Marquinhos. No meio-campo, a tendência é de que Washington e Camilo sejam escalados juntos, enquanto Henrique Trevisan pinta como favorito para assumir a lateral-esquerda no clássico.

Uma provável Ponte Preta para o clássico tem: Ivan; Edílson, Renan Fonseca, Airton e Henrique Trevisan; Washington, Camilo, Renato Cajá e Araos; Marquinhos (Vico) e Roger.