Renúncia de Abdalla na Ponte teria sido selada em acordo feito pelo Conselho Deliberativo

Segundo nota divulgada pelo clube, renúncia do presidente se dá por 'problemas médicos de alta gravidade'

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 05 (AFI) - Horas antes de oficializar a renúncia à presidência da Ponte Preta por problemas de saúde, José Armando Abdalla Júnior recebeu boa notícia nos bastidores.

Acusado de ter ciência de supostas irregularidades no Bar 1900, o qual culminou na saída de Eric Silveira, ex-Diretor de Marketing, o ex-mandatário da Macaca teve os documentos analisados pelo Conselho Deliberativo.

Os conselheiros, por sua vez, concluíram não haver envolvimento na polêmica, assim como Gustavo Valio, Diretor Financeiro.

Nos bastidores, comenta-se a respeito da possibilidade de entregar o cargo, atrelado à dificuldade cardiológica, para os sucessores, até pela pressão instauradas nos corredores do Majestoso nas últimas semanas.

Abdalla não é mais presidente da Ponte Preta
Abdalla não é mais presidente da Ponte Preta

CONFIRA NOTA ASSINADA POR PEDRO MACIEL, VICE-PRESIDENTE DO CONSELHO:

O Conselho Deliberativo da Ponte Preta oficiou formalmente a Diretoria Executiva alvinegra dando conta que, após análise dos documentos entregues ao Conselho e as respostas dadas aos questionamentos feitos pelos conselheiros, concluiu que não há nenhum envolvimento do presidente José Armando Abdalla Jr. nem do diretor financeiro Gustavo Valio nas supostas irregularidades que teriam sido cometidas pelo ex-diretor de Marketing Eric Silveira – segundo denuncias pela ex-arrendatária do bar do Majestoso.

"Considerando a pertinência de as comunicações diversas e de interesse da Diretoria continuarem a ocorrer através do Departamento Jurídico, merece registro e divulgação, na forma usual, que após análise das respostas e documentos fornecidos pelos senhores José Armando Abdalla Junior e Dr. Gustavo Valio, presidente e diretor financeiro da AAPP, sobre as denúncias formalizadas pela Sra. Rosemeire em relação ao ex-diretor Eric Silveira, verificamos a ausência de elementos de envolvimento do presidente e do diretor financeiro.

Entretanto, na condição de vice-presidente do Conselho Deliberativo, renovo minha independência e meu compromisso com a Ponte, com cada um dos conselheiros. Por isso, será criada uma Comissão Especial para que, na forma estatutária, apure-se tudo quanto seja necessário em relação aos fatos denunciados e que envolvem o ex-diretor Eric Silveira, com autonomia e independência.