Série B: Kleina quer despedida contra o Brasil-RS como modelo para 2020 na Ponte Preta

No último compromisso oficial do ano, Macaca não tomou conhecimento e goleou o Xavante por 4 a 0

por Lucas Rossafa

Campinas, SP, 27 (AFI) - Gilson Kleina ficou satisfeito com o desempenho da Ponte Preta na goleada por 4 a 0 em cima do Brasil de Pelotas, no Estádio Moisés Lucarelli, na rodada derradeira da Série B do Campeonato Brasileiro.

A ideia do treinador alvinegro é usar o comportamento apresentado em campo como modelo para a próxima temporada, cujo objetivo prioritário será, mais uma vez, o acesso à elite nacional.

"Joguei com Bill e Dadá, além dos homens que vinham por trás do Cajá, para tentar pressionar. A estratégia deu certo. Os jogadores executaram muito bem. Com 20 minutos, conseguimos resultado para dar tranquilidade, porém, em momento algum, abdicamos de ter intensidade", comentou, em entrevista coletiva.

"Este é o trabalho a ser feito para o futuro. É focar neste dinamismo e nesta concentração. Para resumir, o time hoje jogou com fome e tem de ser desta maneira. É resgatar o DNA da Ponte sem esperar o ano que vem. É começar a pensar com este protocolo. Os atletas terminaram honrando a camisa", emendou.

Kleina está confirmado como treinador pontepretano em 2020 - Fábio Leoni / AA Ponte Preta
Kleina está confirmado como treinador pontepretano em 2020
EM 2020

Kleina, após temporada ruim entre Criciúma e Ponte Preta, cobrou melhor alinhamento fora das quatro linhas para colher resultados dentro de campo.

"O sucesso no futebol é um conjunto de fatores. Muitas coisas têm de estar bem alinhadas para se ter desempenho melhor em campo. É isso que vamos buscar e vai acontecer. Tenho certeza de que a Ponte vai voltar forte. Essa reconstrução carece de tempo", destacou.

"É ver a realidade financeira do clube. Passamos por este processo. É sanar grandes dívidas. Acima de tudo de sanar, é tentar fazer grande elenco e grande futebol. O que move a Ponte Preta é o futebol. É resgatar a nossa confiança", arrematou.

PANORAMA

Com o resultado em cima do Brasil de Pelotas, a Ponte fecha a Série B com 47 pontos, provisoriamente em 11º lugar, e agora aguarda complemento da rodada para descobrir sua posição final.

Já de férias, o elenco se reapresenta na primeira semana de janeiro para iniciar pré-temporada em Campinas.

A estreia no Campeonato Paulista ocorre em 22 ou 23 de janeiro, diante do Água Santa, no Moisés Lucarelli, em horário a ser definido pela Federação Paulista de Futebol (FPF).