Araos desafia curta história de gringos na Ponte; herói em dérbi, Gigena é exceção

Meio-campista chileno foi emprestado pelo Corinthians até o final da temporada

por Lucas Rossafa

Campinas, SP, 03 (AFI) - Oficializado como reforço na última quarta-feira, Ángelo Araos é a aposta da diretoria para quebrar a marca negativa de gringos na Ponte Preta.

O meio-campista, emprestado pelo Corinthians até o encerramento da Série B do Campeonato Brasileiro, tem a opção chega a Campinas na expectativa de mais oportunidades na carreira, em busca deixar seu nome na história alvinegra.

O único a cair nas graças da torcida da Macaca foi Darío Gigena. O atacante chegou em 2003 e fez história em dérbi contra o Guarani, quando marcou três gols dentro do Brinco de Ouro, em triunfo por 3 a 1, pelo Campeonato Brasileiro.

Até hoje, inclusive, o atleta é reverenciado pela nação alvinegra e, nas semanas do clássico, é figura certa na cidade.

Araos é o segundo chileno a vestir a camisa da Ponte Preta - Daniel Augusto Jr / Ag. Corinthians
Araos é o segundo chileno a vestir a camisa da Ponte Preta

Quem também marcou nome no clássico de Campinas foi Luiz Ramirez. O peruano, então emprestado pelo Corinthians, estreou bem com gol sobre o Bugre, mas caiu de rendimento e encerrou passagem na Macaca após comportamento inadequado e se despediu sem deixar saudades.

Quem não é lembrado, por exemplo, é Martinuccio. O meia argentino chegou no início de 2016, mas se saiu pelas portas do fundo duas semanas depois de ser reprovado nos exames médicos realizados pelo doutor Roberto Nishimura - sequer assinou contrato à época.

CHILE

Araos será o segundo chileno a vestir a camisa da Ponte Preta em 119 anos. O primeiro foi Renato González, com nove partidas e nenhum gol em passagem apagada pelo clube em 2010.

À época, desembarcou no Majestoso com enorme expectativa por estar entre os possíveis convocados à Copa do Mundo.

VEJA A LISTA DOS GRINGOS NA PONTE:

Raul Dias (URU) - 1952

Cabreira (URU) - 1952

Darío Gigena (ARG) - 2003 e 2011

Frontini (ARG) - 2005

Gustavo Savoia (ARG) - 2009

Juan Marchisio (ARG) - 2009/2010

Renato González (CHI) - 2010

Pablo Escobar (BOL) – 2010

Luis Ramírez (PER) - 2013

Luis Advíncula (PER) - 2013

Brian Sarmiento (ARG) - 2013

Alejandro Martinuccio (ARG) - 2016

Jorge Mendoza (PAR) - 2017/2018

Luis Alí (BOL) - 2017/2018

Facundo Batista (URU) - 2019

Ángelo Araos (CHI) - 2019